Grupos Acompanhados

Artes: Alemanha nos 100 anos de Bauhaus

“Desejemos, inventemos, criemos juntos a nova construção do futuro”. Neste ano de celebração do centenário da Bauhaus, nada melhor do que deixar o seu manifesto falar por si mesmo. Sob a luz e companhia da professora de artes Anamelia Bueno Buoro, vamos descobrir as curvas desta história, e compreender como o todo pode sim ser maior do que a soma das partes.

A recepção em Leipzig revela os encantos da cidade que foi lar de Bach, um dos maiores compositores de todos os tempos. Já o rio Elba espelha o esplendor cultural e artístico de Dresden. E esta nossa viagem arquitetônica não poderia seguir por outro lugar senão ao pé das magníficas Montanhas Ore. E quando a tarde finda lilás no céu, a imponente igreja Frauenkirche parece ainda mais emocionante, assim como o glorioso Palácio Real.

Chegar a Weimar é voltar aos tempos de ouro do Iluminismo alemão. Lar de gênios como Goethe, Schiller, Bach e Nietzsche, foi neste lugar purificado pela arte e pela intelectualidade que Walter Gropius fundou a Bauhaus em 1919, ao lado de artistas como Kandinsky e Paul Klee. E é com essa energia criadora intensa que seguimos para Dessau, onde a escola de design floresceu majestosamente, de 1925 até 1932.

O brilho da Bauhaus ainda irradia pelas ruas de Dessau, a meca dos estudantes de arquitetura e design e um dos pontos centrais das comemorações destes 100 anos tão valorosos para a história do país. Por lá, vamos ter o prazer de conhecer de perto as formas e linhas simplificadas da maior coleção de obras do movimento, entre elas o Museu Bauhaus, as Casas dos Mestres, o Törten Estate e a Casa de Carl Fieger.

Nossa jornada de descobertas vai chegando ao fim no embalo do espírito visionário de Berlim, que nos revoluciona com sua efervescência cultural única, seus sabores fabulosos e suas pessoas incríveis. Voltamos para casa com vontade de viver a vida com um vigor que só a arte pode acender na alma e no coração.

EUR 5649

VAGAS ESGOTADAS
Consulte lista de espera.


Preço terrestre por pessoa em apto duplo.

Suplemento acomodação individual: EUR 865

16 dias
Data da Viagem

10 a 25 de setembro

Cidades Principais

Berlim, Dessau, Dresden, Leipzig, Weimar





Solicite Atendimento
10
de setembro

São Paulo Leipzig

Apresentação no aeroporto Internacional de Guarulhos para embarque em voo com destino a Leipzig, fazendo conexão em Frankfurt.

11
de setembro

Leipzig

Chegada em Leipzig seguida de traslado para acomodação no Leipzig Marriott Hotel ou similar.

12
de setembro

Leipzig

Café da manhã no hotel, em seguida passeio de meio dia por Leipzig, cidade independente e a mais populosa do estado da Saxônia. Visita ao Museu de Bach, dedicado ao compositor Johann Sebastian Bach, que viveu por muitos anos em Leipzig e é considerado um dos maiores nomes da música clássica em todo mundo. Também iremos conhecer a Igreja de São Nicolas, a Casa Mendelssohn – antiga residência do importante compositor alemão – e a Praça do Mercado, um agradável espaço ao ar livre repleto de edifícios históricos, restaurantes e cafés. Tempo livre para almoço.

À tarde, visita ao Museu de História Contemporânea. Vamos refletir sobre a história alemã a partir da Segunda Guerra Mundial, incluindo a divisão do país (1949-1989) e sua reunificação. Caminhada curta para retorno ao hotel.

13
de setembro

Leipzig Dresden

Após café da manhã no hotel, saída com destino a Dresden para passeio a pé pela cidade antiga, incluindo a Catedral de Dresden. Construída no século XVIII, essa igreja é um grande exemplo da arquitetura do período Barroco, tendo sido muito danificada durante os bombardeios de fevereiro de 1945. Em meados da década de 1980, foi restaurada pelo governo da Alemanha Oriental e após a unificação passou por novas restaurações, incluindo a ponte para o castelo. Conheceremos ainda o Palácio Real, a deslumbrante Ópera Semper, a parte nova da cidade, entre outros pontos.

Acomodação no Steigenberger Hotel de Saxe ou similar.

14
de setembro

Dresden

Café da manhã no hotel, seguido por caminhada até o Museu Albertinum. O edifício em estilo neo-renascentista está localizado no Brühl Terrace – apelidado de "A Varanda da Europa", o terraço se estende bem acima da margem do rio Elba e garante um visual inesquecível. Construído em 1884, o Albertinum abriga três museus diferentes: as coleções de Escultura e Moedas, o tesouro do Green Vault e a Galeria dos Pintores do século XIX e XX, que será o foco da nossa visita. Almoço e tarde livres para descobrir Dresden.

15
de setembro

Dresden Weimar

Após café da manhã no hotel, saída com destino a Weimar. Primeira das três sedes da escola Bauhaus, inaugurada em 1919, Weimar participa ativamente das comemorações no Centenário Bauhaus. A cidade irá, inclusive, inaugurar em abril de 2019 um novo museu para a ocasião, localizado próximo ao parque Weimarhallenpark. O projeto é da Klassik Stiftung Weimar, uma das maiores e mais importantes instituições culturais da Alemanha.

Passeio a pé pela cidade de Weimar com destaque para as casas de Goethe e Schiller. Grandes nomes da literatura e filosofia alemãs nascidos no século XVIII, eles viveram seus últimos anos nessa cidade – aliás, um período muito produtivo para ambos e também quando firmaram sua amizade.

Acomodação no Best Western Premier Grand Hotel Russischer Hof ou similar.

16
de setembro

Weimar

Café da manhã no hotel, em seguida passeio de dia inteiro por Weimar. Pela manhã, visita ao Museu Bauhaus. Fundada pelo arquiteto Walter Gropius, a escola Bauhaus nasceu em Weimar há 100 anos e quebrou os paradigmas da produção artística das escolas de arte daquela época. Ao unir os conhecimentos de diferentes áreas, como engenharia, arquitetura e artes plásticas, a proposta da Bauhaus era democratizar essas práticas e dar igual importância aos profissionais.

Almoço e tarde livres.

17
de setembro

Weimar

Após café da manhã, visita à Universidade Bauhaus, que no passado foi a primeira sede da escola durante seus anos em Weimar. Também conheceremos o Nietzsche Archiv, a primeira organização que se dedicou a documentar a vida e a obra do filósofo Friedrich Nietzsche, que passou os últimos anos de sua vida em Weimar. Veremos o Monument to the March Dead, dedicado aos trabalhadores que perderam suas vidas durante uma tentativa de golpe na República de Weimar em 1920, e a Haus Hohe Pappeln, antiga residência e hoje museu do arquiteto e designer belga Henry van de Veldes.

Almoço livre. À tarde, conheceremos diversos pontos da cidade: o Teatro Nacional Alemão (na praça onde se encontra a estátua de Goethe e Schiller), o majestoso palácio de Wittum, a biblioteca Anna Amalia fundada em 1691 (famosa por sua sala no estilo Rococó, com uma decoração belíssima), a igreja de São Pedro e São Paulo, entre outros.

18
de setembro

Weimar Dessau

Após café da manhã no hotel, saída com destino a Dessau, que foi a segunda sede da Bauhaus. Em função do centenário da escola, a cidade também irá inaugurar em 2019 um novo museu dedicado ao tema. Vamos passear pelos principais pontos de Dessau. Almoço e tarde livres para aproveitar os arredores do hotel.

Acomodação no Radisson Blu Fürst Leopold Hotel ou similar.

19
de setembro

Dessau

Café da manhã no hotel e saída para passeio de dia inteiro pela cidade. De manhã, visita ao Torten Estate, um conjunto habitacional projetado durante a Bauhaus pelo diretor da escola. A ideia era construir de forma eficiente moradias acessíveis para as famílias alemãs, incluindo jardins onde pudessem cultivar hortaliças e frutas e manter pequenos animais. Visitaremos outras duas obras de Walter Gropius: o próprio prédio da Bauhaus (hoje, a universidade), com seu visual simples e inovador, e as Casas dos Mestres – compreendendo casas geminadas idênticas para os mestres da Bauhaus.

Almoço livre. De tarde, veremos a parte externa da casa de Carl Fieger, outro importante arquiteto da Bauhaus, e o Escritório de Emprego. Gropius participou de uma competição acirrada para projetar esse local histórico, além disso, contou com a oficina da escola Bauhaus para executar parte do design de interiores do escritório.

20
de setembro

Dessau

Pela manhã, após o café no hotel, caminhada para visitar o novo museu da Bauhaus. Construído pelo escritório espanhol González Hinz Zabala, o museu abriga a coleção da Fundação Bauhaus Dessau, que conta com mais de 40 mil objetos expostos.

Almoço livre e tarde para passear pela cidade.

21
de setembro

Dessau Berlim

Após café da manhã no hotel, saída com destino a Berlim. A capital alemã é cosmopolita e agitada, também um reduto de arte e cultura. A última e breve sede da Bauhaus abriga o acervo que a escola produziu nesse espaço nos anos de 1931 e 1932. Inclusive, a exposição que aconteceu no Sesc Pompeia vai fazer parte das comemorações do Centenário da Bauhaus em Berlim.

Na chegada, visitaremos o Espaço Bauhaus. O acervo que iremos conhecer aqui estará disponível no futuro para ser visto no novo museu, ainda em construção e com previsão para ser inaugurado em 2021.

Acomodação no Mövenpick Hotel Berlin ou similar.

22
de setembro

Berlim

Após o café da manhã, passeio de meio dia pelos principais pontos ao leste da capital. Conheceremos a majestosa Catedral, com quase 100 metros de altura e o simbólico Portão de Brandemburgo. Também visitaremos a Igreja de São Nicolau, a mais antiga de Berlim, o Checkpoint Charlie e a parte externa da Universidade Humboldt, fundada em 1810.

À tarde, visita ao Museu Neues, que abriga amplo acervo Egípcio, incluindo o famoso busto da rainha Nefertiti.

23
de setembro

Berlim

Café da manhã e visita de meio dia pela parte oeste de Berlim. Entre os locais visitados está o Palácio do Reichstag (sede do parlamento federal da Alemanha), que conheceremos por dentro, a Gedächtniskirche, uma curiosa igreja também conhecida como “igreja quebrada” por conta da sua torre, que foi bombardeada durante a Segunda Guerra, mas não foi restaurada para lembrar a destruição causada pela guerra. Veremos também Siegessäule (obelisco) e a Potsdamer Platz (importante praça).

Tempo para almoço livre. À tarde, um agradável e relaxante passeio de barco com duração de 01 hora.

Retorno ao hotel.

24
de setembro

Berlim

Café da manhã, seguido de passeio de dia inteiro. Pela manhã, visitaremos o Alte Nationalgalerie, museu construído em 1861 a partir da doação de um acervo de 262 obras de arte pertencentes a um banqueiro alemão e patrono das artes. Possui uma rica coleção de pinturas e esculturas europeias do século XIX. Lá conheceremos o Altar de Pergamon e o Portal da Babilônia.

À tarde, iremos à Haus Lemke – casa construída pelo arquiteto alemão Ludwig Mies van der Rohe, considerado um dos pioneiros da arquitetura modernista. É mais um exemplo da influência Bauhaus em construções da década de 1930.

25
de setembro

Berlim São Paulo

Café da manhã no hotel. Em horário determinado, traslado privativo para o aeroporto e embarque internacional com destino a São Paulo. Chegada ao Brasil no dia seguinte.

SOLICITE ATENDIMENTO

Se você se interessou por esta viagem e quer saber mais detalhes,
preencha o formulário abaixo. Entraremos em contato em breve!

Próximas Viagens

Grupos Acompanhados

Set
15 dias

Bálticos, Helsinque e Varsóvia