Blog

CHINA, UM TERRITÓRIO DE CONTRASTES

16 de maio de 2018 em Novidades e Inspirações. Escrito por Priscila Esteves.

Uma cultura milenar e impérios magníficos escrevem a história da China. Como herança desse período, suas cidades foram presenteadas com uma série de templos, monumentos e outras relíquias apreciadas até os dias atuais. Sem deixar isso de lado, o país se reinventa e mostra ao mundo o seu potencial.

Com uma economia mais aberta e abraçando a tecnologia, a China hoje tem também uma face moderna, vista nas grandes metrópoles. Esse contraste entre o antigo e o contemporâneo só reafirma o quanto de experiências esse território pode nos proporcionar!

TRAÇOS DO PASSADO

Parece que o tempo parou na pitoresca Lijiang e ela foi conservada como uma autêntica cidade chinesa da antiguidade. Pequenas ruas de paralelepípedo e canais levam às tradicionais casas de madeira, construções notáveis com elementos de várias culturas que se uniram ao longo de muitos séculos. Entre elas a cultura dongba, que prega a harmonia entre o homem e a natureza. Seus mestres integraram música, dança, história, pintura e medicina. Hoje, cerca de 30 deles ainda vivem na cidade, o que a torna ainda mais especial!

 Cidade de Lijiang

A área rural de Guilin conseguiu preservar seus costumes de uma forma fascinante. Pelo Rio Li, que atravessa a cidade, podemos ver pescadores flutuando em jangadas de bambu. Eles parecem se equilibrar com perfeição enquanto fazem seu trabalho e dividem o espaço com pássaros e a vida que pulsa ao redor. Montanhas cársticas, águas cristalinas e céu azul completam o cenário, que serviu de inspiração para gerações de pintores e fotógrafos chineses, como Don Hong-Oai e Zhao Shao’ang.

 Rio Li em Guilin

Xian remonta a tempos lendários, quando lá viviam imperadores, poetas, monges, mercadores e guerreiros. Guerreiros que são a maior atração no mausoléu de Qin Shihuangdi, o primeiro imperador da China unificada. Para ter proteção eterna, ele mandou construir estátuas de milhares de soldados em tamanho real: os famosos Guerreiros de Terracota. Cada um com características próprias, como roupas e armas de acordo com sua patente. Até então 8 mil deles já foram escavados, mas o local continua místico, já que existem pontos da tumba do imperador ainda a serem explorados.

 Guerreiros de Terracota em Xian

Rodeada por montanhas ao leste, oeste e sul, Dali é um refúgio na China. Refúgio pelo cenário natural estonteante com jardins e templos budistas, como o Templo dos Três Pagodes, e também porque é uma região menos explorada do que suas vizinhas. Um grande legado da cidade é seu mármore, de grande variedade e qualidade. Essa produção é tão significante para a história de Dali que a palavra “mármore” em chinês significa literalmente “Pedra de Dali”.

Templo dos Três Pagodes em Dali

TRAÇOS DO PRESENTE

A capital, Pequim, é um bom ponto para entender a combinação entre tradicional e contemporâneo. É um dos locais mais próximos da Grande Muralha e guarda, ainda, patrimônios como a Cidade Proibida, um palácio imperial imponente, e o Templo do Céu, oásis de paz e tranquilidade onde os imperadores rezavam por boas colheitas. Mas a cidade também é dinâmica e moderna, tem construções das mais inovadoras e é disputada pelos arquitetos, que querem deixar sua marca nessa potência global.

 Templo em meio à modernidade de Pequim

Mais do que uma China atual, Shanghai tem ares futurísticos. A maior cidade do país é um importante centro econômico, comercial e cultural, um destino que representa o constante desenvolvimento chinês. O toque multicultural a torna mais convidativa para viver como os locais: andar pelas antigas ruas comerciais no distrito Xintiandi ou por The Bund (“calçadão” da cidade) e se sentir como um habitante dessa grande metrópole.

As compras são outra atração de Shanghai, que concentra desde grifes internacionais até lojas de designers jovens. A alta gastronomia também faz parte da cena atual da cidade, que tem seu próprio guia de jantar Michelin.

 Cidade de Shanghai

A ilha de Hong Kong é a região com o maior número de arranha-céus do mundo. O crescimento populacional é responsável por essa expansão vertical em todos os tipos de edifícios: escritórios, shoppings, restaurantes e até moradias. Para atender com eficiência esses milhões de habitantes, o transporte público é extenso e desenvolvido – seja morador ou viajante, é certa a eficiência para se deslocar por lá.

Outra facilidade em Hong Kong é o idioma, já que o inglês é bastante falado nessa ex-colônia britânica. Hoje, é considerada uma região administrativa especial da China, por isso, tem um estilo de vida próprio e traz a sensação de estarmos em outra parte do mundo.

 Hong Kong

Uma das civilizações mais antigas do mundo e império para inúmeras dinastias, a China se orgulha da sua história milenar. Enquanto os resquícios de um passado glorioso ainda podem ser vistos em cidades por todo país, o futuro bateu à porta e também tem papel essencial na formação da China atual. Um território tão grande quanto um continente não se limita a apenas um momento de sua história, ao invés disso, nos apresenta – e convida a conhecer – a beleza de todos os seus contrastes!

+ Veja a programação do nosso grupo para a China em novembro