COMER, BEBER E AMAR NO SUL DA ESPANHA

03.10.2018 em Viagens e Destinos.
Autor do post: Priscila Esteves, publicitária e colaboradora da Donato.

O sul da Espanha é como um daqueles amores que não dá para esquecer. Essa terra de sol radiante é intensa em cada sensação, do paladar ao coração, tudo é repleto de história e autenticidade. Para quem valoriza sabores regionais e cultivos especiais, uma cultura viva e cenários poéticos, a Andaluzia é um sonho possível. A região que já cativou poetas e cineastas promete nos presentear também com experiências apaixonantes em nosso próximo roteiro para 2019! Agora, começamos a viajar por suas cidades e a imaginar o quanto cada uma delas têm de precioso.

Málaga sabe receber com alegria e vivacidade. A cidade natal de Picasso guarda grandes relíquias: artigos pessoais do artista, esboços de suas obras, gravuras e cerâmicas, que podemos conhecer pessoalmente na casa onde ele nasceu. Seguindo pelo centro, a caminhada é tão envolvente quanto a própria alma dos malaguenhos. Uma parada no Mercado Central para se deliciar com as tradicionais tapas se torna, sem querer, uma visita artística a essa construção histórica e seus vitrais deslumbrantes. Mesmo que de passagem, impossível não se encantar também com o colorido do Centro Pompidou – o museu em forma de cubo é um espaço peculiar, que recentemente foi nomeado a segunda sede do famoso centro parisiense.

 Fundación Picasso, casa onde o artista nasceu

mercado central málaga Vitrais do Mercado Central de Málaga

Centro Pompidou Centro Pompidou em Málaga

Já a cidade de Casabermeja é uma iguaria para o nosso paladar. Lá estão alguns dos temperos mais saborosos do mundo, os azeites extra-virgens dos Montes de Málaga. Faz parte da experiência conhecer desde o processo de fabricação, quando a azeitona é colocada no moinho, até sua embalagem final. Passando pela degustação do inesquecível el tostón, pão torrado sobre brasas com bastante azeite extra-virgem. O respeito pela natureza e pelas matérias-primas é essencial para outro deleite da culinária espanhola: o jamón. Em uma fazenda em Serra de Huelva, conheceremos a quinta ecológica onde o porco ibérico é criado, além da maneira tradicional que ele é alimentado, buscando sempre o equilíbrio com os recursos naturais. Na Andaluzia, a paixão pela gastronomia faz parte de um conceito maior de consciência ambiental, e vale conhecer cada passo!

jamón espanha Aperitivo com jamón ibérico

O que seria de uma visita à Espanha sem uma imersão na sua preciosa vinicultura? As oportunidades são variadas, e algumas das mais especiais estão em Ronda. Nossa chegada é marcada pelo encanto com o visual da cidade, que é cortada pelo El Tajo – um desfiladeiro cinematográfico. Se já estamos convencidos de que a Andaluzia é um presente da natureza, seu solo prova o sublime: nada se compara aos vinhos que teremos a chance de provar. Em uma adega local, iremos aprender sobre as fases de elaboração de alguns dos melhores vinhos orgânicos e biodinâmicos do país. Ao fim, nossa recompensa é um almoço com menu escolhido a dedo, harmonizado com vinhos e, à frente, nada além do horizonte tranquilo das vinhas.

el tajo ronda andaluzia espanha Desfiladeiro El Tajo em Ronda

degustação vinho andaluzia Degustação de vinhos

Outras ocasiões para apreciar a enogastronomia estão pelo nosso caminho, e nós iremos aproveitá-las com todo o prazer. Em Jerez de la Frontera, nada mais justo do que conhecer a origem dos famosos “xerez”. São vinhos fortificados – com maior teor alcoólico – e seus sabores, muito particulares, podendo ser extremamente secos ou doces. Costumam fazer sucesso entre os aficionados por descobrir novos e intensos aromas. Podemos, ainda, despertar o sommelier dentro de nós na cidade de Montilla, onde a visita inclui aperitivos e degustação dos vinhos que são destaque na região. Entre as variedades, estão o fino, o oloroso e o amontillado – que também são fortificados, envelhecidos e bastante potentes!

montilla andaluzia espanha Vinhedo em Montilla

A atmosfera de Sevilha é pura poesia em cada rua, edifício e tradição. E é caminhando que podemos seguir os passos de João Cabral de Melo Neto, escritor e diplomata brasileiro que viveu na cidade durante os anos 50 e 60. Fascinado pela alma do sevilhano, ele traduziu seus sentimentos em delicados poemas nos livros Andando Sevilha e Sevilha Andando (ambos publicados em 1989). Desvelou os costumes espanhóis e suas touradas na Praça de Touros, ficou admirado com a grandiosidade da Catedral, comparável a uma cordilheira, e encontrou as maravilhas de um povo enérgico e que se orgulha de suas origens. Essas andanças minuciosas fizerem o autor chegar à conclusão de que é preciso “sevilhizar o mundo” – e nós só podemos concordar, inspirados por suas palavras:

“Só com andar pode trazer
a atmosfera Sevilha, cítrea
o formigueiro em festa
que faz o vivo de Sevilha.”

catedral sevilha espanha Catedral de Sevilha

centro histórico sevilha Centro histórico de Sevilha

Sevilha merece um capítulo por si só nesse sonho de verão que é o Sul da Espanha. A cidade também é a casa do flamenco, com seu ritmo contagiante que ultrapassa gerações na sintonia das castanholas. Muito conteúdo artístico se produziu a partir desse estilo, dos quais podemos destacar os trabalhos do cineasta espanhol Carlos Saura. Entusiasta da cultura espanhola e de suas tradições, produziu dois documentários que mostram com todo vigor a música, a dança e o canto dessa verdadeira joia da Andaluzia: Flamenco (1995) e Flamenco, Flamenco (2010).

Dançarina flamenco Sevilha Dançarina de flamenco em Sevilha

Lugar de pluralidade, influências de povos e crenças diversas, assim é Córdoba. A capital muçulmana da Espanha tem uma grande herança deixada por eles, vista principalmente na arquitetura. A milenar Mezquita é uma construção magnífica e singular, exemplo da fusão entre as culturas islâmica e cristã. Resquício de um período em que Córdoba era a cidade mais próspera da Europa, depois foi consagrada catedral cristã e, desde 1984, é Patrimônio Mundial pela UNESCO. A cidade também recebeu judeus entre os séculos X e XV e ainda hoje tem um bairro dedicado a eles – um espaço de ruas animadas, ateliês e restaurantes prestigiados que valem a visita. Por fim, o Alcázar dos Reis Católicos é uma fortaleza medieval suntuosa, antigo lar de reis e atualmente uma das maiores atrações da cidade, indicada para uma caminhada entre seus lindos jardins.

Mezquita Córdoba  Mezquita de Córdoba

Alcázar dos Reis Católicos Córdoba Alcázar dos Reis Católicos em Córdoba

Continuando por Granada, é emocionante estar diante da fortaleza de Alhambra. Emoldurado pela imensidão verde da floresta, esse complexo de palácios é mais um exemplar – talvez o mais bem preservado – da cultura árabe. Lá, podemos passear levemente por entre os arcos e suas paredes cobertas por motivos ornamentais, arabescos em ouro, inscrições e belos azulejos. Seja na arquitetura, nos banhos árabes ou nas madraças (casas de estudos islâmicos), sentimos que Granada tem reconhecimento e respeito pelo passado. Ainda que fruto de invasões, essa união de etnias é responsável por formar a cidade como ela é em toda sua originalidade.

Palácio de Alhambra  Palácio de Alhambra

Palácio de Alhambra  Detalhes do Palácio de Alhambra

Sem permitir que a modernização apague suas raízes, o Sul da Espanha cuida e zela pela herança cultural em cada uma de suas cidades. Um roteiro pela região, portanto, não é para aqueles que buscam a agitação dos centros urbanos, e sim a energia única desse que é berço de várias culturas. Lá teremos mil sabores para nos deliciarmos, um mundo de belezas naturais e da arquitetura para nos deslumbrarmos, uma história milenar fascinante e a recepção calorosa de um povo alegre por natureza. Vamos juntos, de mente e coração abertos para um dos destinos mais cativantes que teremos a sorte de conhecer!

+ Conheça nosso roteiro para o Sul da Espanha, com saída em março de 2019

 

Matérias relacionadas

7 MOTIVOS PARA CONHECER CARTAGENA EM 2019

Já estamos sonhando com o primeiro destino da nossa programação de 2019. Para quem também é apaixonado pela atmosfera contagiante do Caribe, a cidade de Cartagena, na Colômbia, oferece muitos atrativos em uma viagem cultural e, acima de tudo, relaxante. Aqui selecionamos 7 motivos para você incluir essa cidade irresistível no seu itinerário para o próximo ano.

POR QUE ZAGREB É IMPERDÍVEL NA CROÁCIA

Fora dos roteiros convencionais, a Croácia tem um potencial escondido que torna o destino ainda mais especial para quem tem a oportunidade de estar em suas terras. O país é conhecido por seu litoral arrebatador, mas aqui contamos por que a capital, Zagreb, também é imperdível nesse roteiro!

RETROSPECTIVA 2017

As épocas festivas costumam despertar em nós reflexões sobre o que passou durante o ano. Nesse clima um pouco nostálgico, fizemos uma retrospectiva dos grupos de 2017 sob a perspectiva da família Donato, que acompanhou cada uma das viagens.

Ver todos os posts

Para participar com seus relatos, fotos ou sugestões de assuntos e viagens, por favor envie um e-mail para [email protected]