MEU TEMPO NO MUNDO – AS GRANDES DESCOBERTAS

08.10.2018 em Novidades e Inspirações.
Autor do post: Lila Guimarães, jornalista e calaboradora da Donato.

Algumas fases da vida são grandes oportunidades de cultivar laços profundos e inquebráveis. Com um pouco mais de tempo e disponibilidade, é possível sentir ainda mais o valor das relações familiares e das amizades. Depois de uma vida toda dedicada ao trabalho, Helena Dória só pensa em viver as suas melhores companhias e inspirá-las com o que existe de mais interessante no mundo.

São três filhos, seis netos e uma dose cavalar de amor que faz questão de colocar em prática integralmente. Além dos seus estudos linguísticos (ela adora aprender outros idiomas, especialmente o francês) e de se alimentar com poesia e literatura, as viagens em família são experiências que não cansa de repetir. Para a nossa série de matérias e vídeos MEU TEMPO NO MUNDO, conversamos com ela para mergulhar nesse estado de ser tão especial quanto vigoroso!

HELENA VIAJANTES DONATO VIAGENS EM GRUPO

Helena Dória em foto por Victor Affaro

O espírito desbravador de Helena e a coragem que cultua são alguns dos segredos para não temer o novo e se entregar aos prazeres desta fase da vida. Dançar, viajar e conviver com outras pessoas que gostam de poesia e arte também são os grandes trunfos do momento. Durante nossa conversa, ela não hesitou e recitou Mar Português, um dos poemas mais conhecidos de Fernando Pessoa, como se esse fosse o seu hino, um espelho perfeito de como vê os desafios do mundo. Na íntegra, aqui, reproduzimos o poema como um convite à reflexão que ele nos sugere:

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!

Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.

Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

“É preciso ir além do medo que podemos ter de uma experiência nova. É possível arriscar para conhecer mais da vida. É sobre as conquistas que só acontecem vencendo o desconhecido. É tão gostoso quando você faz uma coisa diferente, se arriscando um pouco, indo além da zona de conforto”, nos falou Helena sobre a inspiração do poema.

E assim ela parte para conhecer novos lugares, conhecimentos e sensações. Na Jamaica, recentemente, se aventurou no topo de uma cachoeira que ninguém teve coragem de subir. Quando não consegue a companhia da família para viajar, não se inibe e procura um roteiro em grupo como fez quando embarcou no cruzeiro pelo Rio Ródano com a Donato.

Com os netos já foi para a Disney, para a Ilha de Comandatuba, na Bahia, passar um fim de ano banhado a sol, sombra e água fresca. Também conheceram juntos cidades pelo sul do Brasil, o Rio de Janeiro, a cidade mais linda do mundo na sua opinião, e a África do Sul, no fim do ano passado. “Era o sonho de uma de minhas netas, e a viagem caiu bem na época das férias dela. Foi perfeito. Fiquei muito entusiasmada em ver que ela queria tanto conhecer um país específico. Sinto que estou conseguindo passar essa curiosidade sobre o mundo e o novo para meus netos. Quero mostrar tudo o que existe de lindo no Brasil e no mundo para eles. Esse é o meu propósito agora.”

E que venha, então, uma nova geração de viajantes e pessoas que vivem um mundo cada vez mais amplo e diverso! Às novas descobertas!

Leiam mais sobre a série MEU TEMPO NO MUNDO aqui! 

Vejam a seguir um trecho da entrevista da Helena Dória :

 

Matérias relacionadas

MEU TEMPO NO MUNDO – NÃO SOMOS MAIS OS MESMOS

Um casamento de 45 anos vem acompanhado por muitas mudanças e renovações constantes. José Ernesto e Neusa Lourenço são os protagonistas dessa história que nos inspirou durante uma conversa para a nossa série de entrevistas MEU TEMPO NO MUNDO!

MEU TEMPO NO MUNDO – A CURIOSIDADE QUE ME MOVE

Dizem que o nosso pior defeito é também a nossa melhor qualidade, ou vice-versa. Para quem tem a ansiedade correndo solta pelas veias, esse pensamento faz muito sentido. Em entrevista para nossa série MEU TEMPO NO MUNDO, o médico José Gilberto Macedo fala sobre o seu entusiasmo com a vida!

MEU TEMPO NO MUNDO – DE BEM COM A NOSSA GRANDE CASA

Para uma trajetória de vida permeada por altos e baixos, a sabedoria de manter o astral lá em cima pode parecer mágica ou algo impossível. A professora Marly Vidal encontrou sua fórmula de contornar o imponderável e cultivar intensamente a alegria. Sobre isso e mais um pouco, conversamos recentemente para nossa série de entrevistas com quem nos inspira, em MEU TEMPO NO MUNDO.

Ver todos os posts

Para participar com seus relatos, fotos ou sugestões de assuntos e viagens, por favor envie um e-mail para [email protected]