PARA ALCANÇAR O EQUILÍBRIO DE CORPO E ALMA

11.07.2018 em Novidades e Inspirações.
Autor do post: Priscila Esteves, publicitária e colaboradora da Donato.

Com tantos compromissos, prazos e tensões do dia a dia, é fácil sentir os efeitos do estresse em nosso corpo e mente. Segundo a Organização Mundial de Saúde, cerca de 90% da população mundial sofre com esse sintoma, que pode ser também o gatilho para uma série de doenças. Cuidar do bem-estar é essencial, como todos já sabemos, mas chegou o momento de enxergarmos a saúde não apenas como a ausência da doença, e sim como um conjunto de pilares igualmente importantes.

Para conduzir seus pacientes ao equilíbrio físico, mental e espiritual-social, a Dra. Silvia Lagrotta*, especialista em Geriatria e Medicina do Exercício, é pioneira a trazer ao Brasil o conceito de Medicina do Estilo de Vida. A especialidade surgiu nos Estados Unidos e vem ganhando espaço no mundo todo ao mostrar como podemos, através dos nossos hábitos, prevenir, tratar e até mesmo reverter doenças. Com esses princípios, a Dra. Silvia desenvolveu o programa Take Care, que atua de forma interdisciplinar e envolve profissionais de diferentes áreas para que cada paciente tenha uma experiência personalizada às suas necessidades.

Com nome e sobrenome, essa nova Medicina nos parece um maneira mais humana de olhar para a saúde, de forma integral e particular ao mesmo tempo. Uma oportunidade para repensarmos nossas escolhas cotidianas e também uma chance a mais de reinventar uma vida mais saudável, mudando destinos e atingindo a plenitude!

Dra. Silvia Lagrotta Dra. Silvia Lagrotta

Conversamos com a Dra. Silvia Lagrotta, que nos conta mais sobre a Medicina do Estilo de Vida e como pequenas mudanças podem ser significativas para alcançarmos uma vida mais longeva e feliz.

BLOG Donato: A Medicina do Estilo de Vida é nova na América Latina, foi recentemente, em 2013, que você trouxe o conceito para o Brasil. Acredita que temos uma carência de tratamentos multidisciplinares como o que você propõe? E como está sendo a aceitação por parte dos brasileiros?

Dra. Silvia Lagrotta: A Medicina do Estilo de Vida é vista como a “medicina do futuro” por ter uma abordagem mais consciente na saúde integral do paciente. Muitas das especialidades médicas já possuem uma equipe multidisciplinar atuante, com nutricionistas, fisioterapeutas, enfermeiros, educadores físicos e até mesmo assistentes sociais e terapeutas ocupacionais. Mas, todas tratam as consequências das doenças. Já a nossa proposta é tratar as causas para prevenir tais problemas.

O brasileiro, por ser um povo “friendly”, procura sempre ter uma vida leve e repleta de bem-estar. Também percebemos que os moradores dos centros urbanos e capitais, como São Paulo e Rio de Janeiro, possuem um interesse maior em saúde e qualidade de vida.

BLOG Donato: Na sua clínica, no Rio de Janeiro, são oferecidos programas para todas as idades, entre eles, o Take Care. Quais são os principais pilares para um estilo de vida saudável desenvolvidos pelo programa? E como trabalham as necessidades pessoais de cada paciente na faixa etária da maturidade?

Dra. Silvia Lagrotta: Os principais pilares da saúde abordados e gerenciados na clínica são: alimentação equilibrada e baseada 90% em vegetais, legumes grãos e frutas, atividade física supervisionada, saúde do sono, gerenciamento de estresse, amor e suporte social e contato com a natureza.

O programa é todo personalizado. Quando o paciente entra para o programa, ele passa por diversos tipos de avaliação, faz exames de sangue com marcadores inflamatórios e um plano de tratamento com uma prescrição de Medicina do Estilo de Vida individualizada, elaborada para tratarmos o que está em desequilíbrio.

BLOG Donato: Vivemos em uma sociedade que costuma recorrer aos remédios como solução simples e imediata para qualquer problema. De que forma a Medicina de Estilo de Vida pode evitar o uso excessivo deles?

Dra. Silvia Lagrotta: Os medicamentos são apenas bengalas que usamos para tratarmos as consequências de um estilo de vida pobre e deletério. Quando mudamos de forma sustentada a nossa rotina, nos baseando em evidências científicas estruturadas em uma prescrição de Medicina do Estilo de Vida, retiramos o que causa o desequilíbrio, e os remédios simplesmente perdem sua função.

BLOG Donato: No programa Take Care, vocês acreditam em tratar as causas das enfermidades e não suas consequências. Mesmo assim, em alguns casos é possível revertê-las. Qual o papel da Medicina de Estilo de Vida na prevenção de doenças? No caso da reversão, poderia dar exemplos de como funciona?

Dra. Silvia Lagrotta: Para prevenir, reverter doenças e promover a saúde, o primeiro e mais importante passo é a consciência! Uma característica importante da especialidade é que, além de fazer o papel do médico tradicional (checando exames, ajustando medicações, etc), fazemos também o papel de “coach” em saúde, nós conduzimos o paciente no caminho contrário que ele fez para adoecer.

A reversão da doença acontece através da metilação do nosso DNA. Um processo natural do nosso organismo quando mandamos estímulos positivos para o nosso corpo. É como se pudéssemos “ligar”e “desligar” os genes que causam a doença. Além disso, temos “capinhas” de proteção na ponta dos nossos cromossomos chamadas Telômeros. Durante o envelhecimento natural e na doença, eles diminuem de tamanho. Quando retiramos os estímulos causadores das enfermidades, eles param de diminuir e voltam até mesmo a aumentar.

BLOG Donato: O grande propósito do programa é incentivar práticas saudáveis no próprio dia a dia, como fazer esportes e cuidar da nutrição, mas existem muitas outras atitudes simples que fazem toda a diferença em nossa busca pela saúde. Se você pudesse dar a dica de uma mudança de hábito que todos nós deveríamos aplicar em nossa vida hoje, qual seria?

Dra. Silvia Lagrotta: Tomar sol TODOS OS DIAS por pelo menos 20 a 30 minutos, trabalhar a aceitação e sempre ter um propósito de vida, independente de quantos anos você tenha.

BLOG Donato: Percebemos que a parte social também está bastante ligada à melhora da qualidade de vida, e a troca de informações entre diferentes pessoas e culturas faz parte disso. Para você, qual a importância das viagens para viver essas experiências?

Dra. Silvia Lagrotta: Viajar é fundamental e essencial para a longevidade e qualidade de vida. O isolamento social hoje aumenta em 40% a chance de se morrer precocemente. Quando viajamos, conhecemos pessoas novas, enfrentamos desafios, convivemos e saímos da nossa zona de conforto. A vida fica “colorida”.

* Formada em medicina, Dra. Silvia Lagrotta é membro efetivo da Sociedade de Geriatria e Gerontologia, da Sociedade de Medicina do Exercício e do Esporte e do Colégio Americano de Medicina do Estilo de Vida. Atua nas áreas de envelhecimento ativo e reabilitação através de assistência direta, além de ministrar aulas, cursos e palestras. Para quem quiser conhecer mais, aqui está o site da clínica Take Care BR: http://takecarebr.com.br/

 

Matérias relacionadas

50 TONS DE VITALIDADE

Mais do que tendência de mercado, mais do que estar na moda, a maturidade, hoje, anda muito mais ativa e inspiradora! Os valores da longevidade e da experiência ganham espaço na mídia e instauram um novo olhar sobre a vida e o estilo de quem já não é mais jovem, mas sabe aproveitar a vida!

LONGEVIDADE EM DIA: AS MELHORES ATIVIDADES PARA A MATURIDADE

Se cuidar da saúde sempre foi importante, na fase mais madura da vida os cuidados não precisam ser redobrados, apenas focados naquilo que o corpo mais precisa. Basta consultar um bom profissional da área de saúde para entender como alcançar benefícios e prevenção com certas atividades físicas, e saber como elas garantem qualidade de vida e longevidade.

PARA COMEÇAR O ANO COM O PÉ DIREITO E MUITA ENERGIA

Agora que o ano oficialmente começou e já retomamos as atividades normais, compromissos e tarefas, por que não colocar em prática também nossas metas de saúde para 2018? Se seu objetivo para este ano é ter ainda mais energia e cultivar o bem-estar, hoje compartilhamos algumas dicas de alimentação preciosas!

Ver todos os posts

Para participar com seus relatos, fotos ou sugestões de assuntos e viagens, por favor envie um e-mail para [email protected]