Viajar também não é uma ciência exata. Cada pessoa encontra os seus próprios gatilhos para sentir felicidade. Pode ser uma paisagem inesquecível, uma companhia, um sabor único ou o contato com uma cultura diferente.

POR QUE VIAJAR TRAZ TANTA FELICIDADE?

Escrito por: Priscila Esteves, publicitária e colaboradora da Donato.

Se você é um viajante, sabe bem do que estamos falando. Conhecer lugares novos desperta em nós uma felicidade repentina que muitas vezes se inicia no momento em que escolhemos o destino da próxima aventura.

Para entender melhor esse sentimento, o portal Booking fez uma pesquisa com 17 mil pessoas de 17 países diferentes e descobriu que viajar traz mais felicidade do que muitas outras ocasiões também importantes da vida.

Metade dos entrevistados disse preferir viajar a sair em um encontro com o parceiro. Essa mesma parcela considera uma viagem mais emocionante do que iniciar um novo emprego. Quer sentir uma boa dose de felicidade imediata? 77% das pessoas afirmam que definir uma viagem é a solução.

Para uma felicidade duradoura, 70% dos participantes apostam em experiências – sejam elas luxuosas ou simples, hospedados em pequenas pousadas ou hotéis exóticos. Essas pessoas também costumam dar prioridade para viagens ao invés de comprar bens materiais como roupas, joias e eletrônicos. Você pode ler a matéria na íntegra aqui (em inglês).

Os motivos dessa tal felicidade

Segundo Shawn Achor – palestrante, autor, pesquisador e expert no assunto – a felicidade de viajar tem relação com o que esperamos receber em troca. “Em um mundo onde cada centavo conta, os viajantes procuram o maior retorno possível sobre seu investimento de tempo e dinheiro”, afirma Shawn. Afinal, não faz sentido tirar uma folga e pagar para estar mais estressado e menos feliz. Nesse sentido, é importante que todo processo desde a programação do roteiro seja tranquilo e livre de preocupações.

Para se aprofundar no tema da felicidade, o autor traz algumas respostas em seu best-seller The Happiness Advantage. O livro vai contra o senso comum de que a fórmula da felicidade é o sucesso.

Viajar também não é uma ciência exata. Cada pessoa encontra os seus próprios gatilhos para sentir felicidade. Pode ser uma paisagem inesquecível, uma companhia, um sabor único ou o contato com uma cultura diferente.

Para se inspirar

Um filme que representa bem esse comportamento é o Hector e a Procura da Felicidade (disponível no Netflix). Ele conta a história de um psiquiatra bem sucedido que vive com sua namorada em um apartamento luxuoso em Londres, entretanto, sente-se frustrado por não conseguir ajudar seus pacientes a encontrar a felicidade.

Ele mesmo tem constantes dúvidas existenciais, vivendo um cotidiano metódico e aparentemente sem sentido. Então, decide se desprender de tudo e embarcar em uma viagem pelo mundo para descobrir o significado de uma existência alegre. Nos lugares mais diversos do planeta, Hector conhece pessoas interessantes e vive situações arriscadas – mas muitas vezes cômicas – que o ajudam a entender o valor da vida e o que lhe falta para ser feliz.

Nem sempre é preciso ir longe para descobrir aquilo que nos desperta alegria, motiva e inspira. Mas uma viagem, no meio dessa constante jornada de descobertas que é a vida, pode ser uma grande oportunidade de encontro com as nossas melhores sensações!

+ Veja nossa programação de viagens

Leituras relacionadas em nosso blog

+ Dicas de como viajar mais em 2018

+ 50 anos de sonhos e os lugares mais incríveis do mundo