Grupos Acompanhados

Expedição Paisagens Gastronômicas: Serra da Mantiqueira — 2021

Nossa segunda expedição gastronômica para descobrir os sabores do Brasil que os brasileiros não conhecem tem como foco a Serra da Mantiqueira, essa impressionante cadeia montanhosa que se entende por São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Depois do sucesso da primeira viagem, em outubro, pelo Vale do Paraíba, a nova Expedição Paisagens Gastronômicas Serra da Mantiqueira by Donato Viagens vai levar nosso pequeno grupo de amantes da boa mesa para experiências de degustação e conhecimento, com visitas a pequenos produtores e restaurantes de alta qualidade.

Dessa vez, a imersão sensorial e cultural pela cozinha caipira contemporânea terá como base o circuito Santo Antônio do Pinhal – Campos do Jordão – São Bento do Sapucaí. Ao longo de 4 dias, vamos descobrir juntos a qualidade surpreendente de alguns produtores da Mantiqueira. Só para citar alguns: o Azeite Sabiá foi recém-eleito um dos 10 melhores do mundo; o Restaurante Entre Vilas da Fazenda Frutopia serve menus-degustação que apresentam surpresas de sua produção de vinhos, frutas vermelhas e até castanhas portuguesas; e os Gelatos Eisland encantam com o sabor do leite de suas vacas Jersey.

Estas e outras vivências poderão ser conhecidas sob os cuidados da Donato Viagens e a curadoria do livro Paisagens Gastronômicas. Elas são parte do nosso propósito de voltar a viajar com segurança e valorizando nossas paisagens, a cozinha e a cultura regional.

R$ 3824

Preço terrestre por pessoa em apto duplo.

Suplemento acomodação individual: R$ 806
Data da Viagem

Março de 2021

04 dias

Cidades Principais



Solicite Atendimento
dia

São Paulo Campos do Jordão

Chegada (check-in a partir das 15h) e acomodação no Carballo Hotel & Spa. Durante a tarde livre não deixe de caminhar pelas ruas charmosas do centro de Campos do Jordão, cidade conhecida pela bela arquitetura em estilo suíço.

À noite nos reuniremos para um delicioso jantar de boas vindas no Restaurante Café Terraço e bate-papo com o Chef Vitor Rabelo que estuda os “Sabores da Mantiqueira”. O Café Terraço foi utilizado, por algum tempo, pelo Country Clube, com o nome de “Iate Clube de Campos do Jordão” e foi palco de grandes e inesquecíveis encontros de estudantes do Colégio Estadual de Campos do Jordão. Esses encontros aconteceram nas décadas de 1950 e 1960. Nosso menu será as pizzas gourmet, preparadas de forma artesanal, no forno a lenha, com uma massa especial e temperos fresquinhos da horta, localizada no jardim do restaurante.

dia

Campos do Jordão Santo Antônio do Pinhal

Após café da manhã, sairemos para o primeiro dia de visitas. Começaremos conhecendo o premiado Azeite Sabiá. O maquinário importado e o terreno em altitude ideal contribuem para a produção de um dos melhores azeites do mundo. Com toda segurança visitaremos o espaço de colheita e produção, além de degustar esse delicioso ingrediente que não pode faltar na mesa do brasileiro.

Nosso almoço será no Empório dos Mellos. Localizado no Bairro dos Mellos, há anos vem recebendo um desenvolvimento carinhoso e sustentável e ao mesmo tempo se tornando uma opção para um turismo autêntico e de experiência. Dentro desse contexto o Empório dos Mellos oferece ao visitante uma oportunidade de dialogar com os produtores / produções locais além de um ambiente integrado com a natureza exuberante da Serra da Mantiqueira.

Após almoço, visitaremos a Sorveteria Eisland. A marca de gelatos Eisland tem todos os sentidos voltados para perfeição do produto, essa é a maneira como se trabalha na fazenda, localizada em meio a muito ar puro e clima agradável da exuberante Serra da Mantiqueira, na estância climática de Santo Antônio do Pinhal, bairro do Lageado.

Para produção dos gelatos Eisland são utilizados o leite e creme de leite fresco de alta qualidade do próprio gado Jersey, acrescido de base e concentrado de fruta italianos, assim como geléias e compotas da fazenda, sem adição de qualquer outro tipo de gordura. Todo esse cuidado com a qualidade reflete em um gelato de sabor e textura surpreendentes.

dia

Campos do Jordão São Bento do Sapucaí

Hoje conheceremos o viveiro Frutopia, também considerado uma fazenda autossustentável. O proprietário, o agrônomo Rodrigo Veraldi, no começo dos anos 2000 iniciou os trabalhos na fazenda com plantação de framboesa, e hoje oferece uma variedade enorme de frutos vermelhos em geral (um dos maiores produtores do Brasil), azeite e vinhos. Em 2011, de forma totalmente acidental, Rodrigo identificou um terreno fértil para a produção de lúpulo, e hoje é fornecedor de grandes cervejarias da região e um dos poucos produtores do país.

Adepto do conceito farm to table (da fazenda para a mesa) e um amante da gastronomia, ele abriu um restaurante nas dependências da fazenda e aos finais de semana oferece um cardápio em 6 tempos, produzido por ele próprio e que tem uma duração de aproximadamente 3 horas. A proposta é baseada no movimento slow food, que reúne pessoas para celebrar o sabor e a qualidade do alimento.

Aproveitem essa experiência singular que será vivida na fazenda. À noite, nos reuniremos para um especial jantar de despedida no Restaurante Moringa. Muito além de um restaurante convencional, o Moringa se tornou um espaço de valorização da gastronomia local. “Os produtos que tanto nos encantam também estão no nosso armazém, onde os clientes encontram queijos, embutidos, geleias, hortaliças orgânicas, cachaças, cervejas, vinhos e outros itens da região”, afirma Anderson Oliveira.

dia

Campos do Jordão São Paulo

No nosso último dia, teremos a manhã livre. Aproveite esse tempo para usufruir das instalações do hotel assim como passear por seus lindos jardins. Em horário determinado, sairemos para o nosso almoço no restaurante Dona Chica.

O Restaurante foi criado em 2013 pelos irmãos Anderson e Rafael Oliveira, com a proposta de oferecer uma comida caseira, aproveitando os ingredientes regionais tão característicos na cidade. Com a disponibilidade do espaço localizado dentro do Horto Florestal, aproveitaram a oportunidade e deram vida ao Dona Chica.

O restaurante precisava de um nome que traduzisse todo o conceito do local e então surgiu o Dona Chica, uma representação e homenagem às mulheres que criaram essas lembranças gastronômicas e ainda as cultivam, entre elas a bisavó de Anderson, que carregava o mesmo nome do Restaurante. Além de fazer uma alusão a Nhá Chica, Beata intercessora da Serra da Mantiqueira.

Após almoço, retorno para São Paulo.

SOLICITE ATENDIMENTO

Se você se interessou por esta viagem e quer saber mais detalhes,
preencha o formulário abaixo. Entraremos em contato em breve!