EGITO, UMA DÁDIVA DO NILO PARA A HUMANIDADE

25.07.2018 em Viagens e Destinos.
Autor do post: Priscila Esteves, publicitária e colaboradora da Donato.

Em um dos locais mais áridos do planeta, um presente da natureza foi determinante para a vida e prosperidade em todos os sentidos. No norte da África, o Nilo é considerado um dos maiores – se não o maior rio do mundo, com quase 7 mil quilômetros de extensão. Além do Egito, banha outros 9 países e garante a sobrevivência dessas nações desde a Antiguidade. Suas cheias traziam sedimentos que tornavam as terras férteis para a agricultura. Fornecia água potável e numerosos peixes, incentivando o aprimoramento das técnicas de pesca. Seu grande potencial para a navegação também facilitou o transporte de mercadorias entre diversos povos.

“O Egito é uma dádiva do Nilo”, como já dizia Heródoto, geógrafo e historiador grego, há 2.500 anos. Sua relevância histórica e inclusive bíblica é incontestável. Para a civilização egípcia, o papel do rio foi ainda mais especial. Eles acreditavam na sagrada conexão entre o Nilo e todos os seres vivos da Terra. Os frutos dessa História lendária podemos ver até hoje nas cidades às suas margens. Por isso, aproveitamos nosso grupo marcado para esse território de cultura ancestral e cheio de belezas naturais para conhecer um pouco mais sobre algumas delas.

CAIRO

Na capital e segunda maior cidade africana, ruas agitadas e urbanização não escondem seu passado instigante. O Cairo carrega as marcas das várias dinastias que lá se estabeleceram, como gregos, romanos, otomanos e árabes – estes últimos responsáveis por mesquitas suntuosas, como a de Muhammad Ali. Com 80 metros de altura, cúpulas luminosas e interior de mármore, é impossível não se impressionar com essa obra arquitetônica. Caminhando pelo centro histórico, que é Patrimônio Mundial da UNESCO, encontramos ainda igrejas, sinagogas e bazares tradicionais que merecem uma visita.

Rio Nilo Cairo Área urbanizada do Cairo banhada pelo Nilo

 Mesquita Muhammad Ali, no centro histórico do Cairo

Cairo também é ponto estratégico para conhecer cidades próximas, como Memphis e Gizé. Com mais de 5 mil anos de História, elas guardam relíquias do período mais simbólico do Egito: os impérios dos faraós. Memphis nos leva ao início de tudo, fundada durante a primeira de trinta dinastias, foi capital do Império Antigo por conta da sua localização no delta do Nilo. Assim poderiam controlar melhor a distribuição de comida e mercadorias por todo o reino. Por lá, a estátua admirável do faraó Ramsés II e suas ruínas formam um vasto museu a céu a aberto.

Já em Gizé, surgem os cenários desérticos que são cartão-postal do Egito. Diante dos nossos olhos, estão as pirâmides que provavelmente todos nós já vimos – e nos deslumbramos – nos livros de História. Quéops, Quéfren e Miquerinos são os nomes das três mais conhecidas, e cada uma delas reforça o poder magistral dos faraós. Essa é a oportunidade de ver a única remanescente das 7 Maravilhas do Mundo Antigo: a Grande Pirâmide, Quéops. No mesmo sítio arqueológico, a alguns metros, a famosa esfinge com corpo de leão e cabeça humana desperta o que existe de mais curioso no nosso imaginário.

pirâmides gizé egito Pirâmides e esfinge de Gizé

ASWAN

Em Aswan as paisagens se tornam cada vez mais cativantes e a sensação é de estarmos em um verdadeiro oásis no deserto. As águas do Nilo são mais límpidas, a vegetação é abundante e o pôr do sol sobre o rio é inesquecível. A cidade está ao sul do país, próxima à região da Núbia (atualmente Sudão), cuja civilização foi estreitamente ligada aos egípcios. Os dois reinos se envolveram em disputas de poder ao longo de séculos, inclusive com a chegada dos núbios ao trono egípcio durante uma dinastia. Uma das primeiras civilizações africanas, a Núbia foi um centro cultural poderoso, que hoje temos a oportunidade de conhecer no museu em Aswan, que conta com mais de três mil raras peças de antiguidades.

aswan rio nilo egito Cidade de Aswan às margens do Rio Nilo

pôr do sol nilo Pôr do sol sobre o Nilo

EDFU

Apesar dos muitos benefícios, as cheias do Nilo também poderiam causar devastação dos arredores. Por isso, a localização do templo de Edfu, acima do vale, foi imprescindível para ser hoje o maior e mais preservado do país. Nele podemos entender melhor a relação intrínseca entre os egípcios e a natureza, já que a figura humana era frequentemente representada com características animais. É o caso do Deus Hórus, ao qual foi dedicado este templo. Sua imagem é a de um falcão, animal adorado no Antigo Egito por conta da sua visão muito poderosa. O olho de Hórus é até hoje um amuleto de força, luz, prosperidade, sorte e saúde.

templo edfu egito Entrada do Templo de Edfu, ou Templo de Hórus

hórus falcão templo edfu Estátua de Hórus, representado pelo falcão

LUXOR

A ideia que temos do Antigo Egito formado por templos magníficos, com relevos inscritos e tumbas luxuosas, se mostra em Luxor. Essas preciosidades da história estão localizadas em uma área montanhosa, o Vale dos Reis, onde foram sepultados os faraós mais nobres e poderosos, como Tutancâmon e Ramsés VI. O auge da contemplação são as tumbas reais, decoradas com cenas da mitologia egípcia e que despertam o arqueólogo dentro de nós. Nas paredes vemos pistas dos rituais que regiam a vida há milhares de anos e tentamos desvendar o que se passava nessa civilização extraordinária.

Vale dos Reis Luxor Vale dos Reis em Luxor

Com um passado memorável de impérios, faraós e proezas da arquitetura, o Egito é uma civilização emblemática. Graças, especialmente, ao Nilo e suas águas que nos convidam a conhecer seu legado, imortal e para toda a humanidade!

+ Nosso roteiro para o Egito: um cruzeiro singular pelo Nilo em 2019

 

Matérias relacionadas

O MAPA DO MUNDO NA SUA MÃO

Uma das maiores graças de viajar pelo mundo é encontrar cenas que nunca vimos, e que possivelmente não veremos mais. Viver culturas distantes, paisagens e sabores que podem inspirar uma reflexão sobre o que é realmente essencial.

A ANTIGA GRÉCIA SOB UM NOVO OLHAR

Roteiro dos mais tradicionais para os amantes da História da Humanidade e com uma localização privilegiada no sul do continente europeu, a Grécia é também um território de muita beleza natural e de novidades como restaurantes badalados e hotéis charmosos. É pra lá que partimos em setembro, numa viagem que privilegia lugares icônicos como a capital Atenas e as ilhas Mikonos e Santorini.

O TEMPO DO MUNDO NO VALE DOS TEMPLOS

De longe, não apenas pessoas chegam de todo o lugar do mundo para ver o Vale dos Templos, mas de muito, muito mais de longe, vem a sua história.

Ver todos os posts

Para participar com seus relatos, fotos ou sugestões de assuntos e viagens, por favor envie um e-mail para [email protected]