OS PARQUES MAIS DESLUMBRANTES DA PATAGÔNIA

04.04.2018 em Viagens e Destinos.
Autor do post: Escrito por: Priscila Esteves, publicitária e colaboradora da Donato.

A Patagônia é um território para os apaixonados pela natureza e pelos momentos de contemplação que ela proporciona. Esse destino, de paisagens lindas e intocadas, já foi tema de outro texto do nosso blog, onde demos um panorama geral do que podemos encontrar em ambos os lados, chileno e argentino (leia aqui).

Desta vez, elegemos um ponto que merece ser admirado por si só: seus Parques Nacionais. Se você imagina a Patagônia apenas como uma imensidão gélida, agora pode ampliar o olhar e perceber que a região é cheia de vida! Sua rica flora e fauna fazem parte de todo trajeto, mas podem ser sentidas com ainda mais intensidade nos cenários desses parques.

Parque Nacional Torres del Paine

Essa é uma das portas de entrada para a Patagônia chilena e o primeiro parque que visitaremos durante nosso roteiro que parte em outubro (veja os detalhes da viagem clicando aqui). A visita fica ainda mais especial quando nos hospedamos dentro do próprio parque, por isso escolhemos o Hotel Las Torres, que é localizado no coração do Parque Nacional Torres del Paine. Conheça o hotel e as experiências que ele oferece no vídeo abaixo:

Hotel Las Torres, dentro do Parque Nacional Torres del Paine

torres del paine patagônia As famosas torres que deram nome ao parque

Cachoeiras e lagos são a primeira impressão que temos de uma Patagônia colorida em tons de verde e azul. O Salto Grande é a cachoeira mais impressionante do parque e conecta os famosos lagos Nordenskjöld e Pehoé, águas com uma cor azul turquesa muito característica e estonteante.

salto grande cachoeira parque nacional torres del paine chile Cachoeira Salto Grande

Lago Pehoé parque nacional torres del paine Lago Pehoé

Lago Nordenskjöld parque nacional torres del panie Lago Nordenskjöld

No caminho, entre um ponto e outro, há uma boa chance de nos depararmos com espécies animais que vivem na região. De repente, um rebanho pode estar cruzando a estrada e a nós resta apreciar essas oportunidades, quando paramos por alguns instantes diante da natureza em seu estado mais puro.

hotel las torres parque nacional torres del paine Cavalos nos arredores do Hotel Las Torres

parque nacional torres del paine Rebanho no Parque Nacional Torres del Paine

Parque Nacional Alberto De Agostini

Rumo cada vez mais ao sul, o Parque Nacional Alberto de Agostini, no Chile, revela montes e geleiras majestosas. Esse foi um dos pontos visitados pelo biólogo Charles Darwin em 1933 e onde está a cordilheira nomeada em sua homenagem, com um pico de nada menos do que 2.488 metros!

Dessa vez, o branco do gelo predomina em verdadeiras obras da natureza. Uma secessão de glaciares, como o Pia e o Martinelli, nos levam até o Canal de Beagle para o ápice dessa visita: a avenida dos glaciares.

monte darwin patagonia Cordilheira Darwin

glaciar pia patagonia Glaciar Pia

glaciar pia patagonia Glaciar Pia

Parque Nacional Cabo de Hornos

Chegar ao Parque Nacional Cabo de Hornos significa estarmos, de fato, no extremo sul do nosso continente. Mas se engana quem pensa que o lugar é inóspito ou sem atrativos. O parque tem a chancela de Reserva da Biosfera pela UNESCO e é um refúgio da flora e fauna nativas. Águas tranquilas e límpidas cercam uma vegetação abundante, que abriga uma variedade de animais, como lobos marinhos, pinguins e cormorões (aves típicas da região).

A sensação de se estar no “fim do mundo” é diferente de tudo que já vivenciamos. Lá, podemos ver o simbólico Monumento al Albatros, construído em homenagem aos homens de todas as nacionalidades que arriscaram a vida para explorar os mares austrais. Ele representa a magnitude desse lugar remoto e ao mesmo tempo maravilhoso.

cabo horn patagonia Monumento al Albatros no Parque Nacional Cabo de Hornos

cabo de hornos farol patagônia Farol no Parque Nacional Cabo de Hornos

Parque Nacional Terra do Fogo

Contornando o continente e navegando pelo Canal de Beagle, chegamos ao Parque Nacional da Terra do Fogo. Dessa vez em solo argentino, a poucos quilômetros da cidade de Ushuaia, esse parque consegue integrar os elementos da paisagem de uma forma única. Aqui, cordões montanhosos, vales, bosques e lagos envolvem um rico ecossistema.

O parque é extenso e pode ser explorado em um dia inteiro, mas focar nos pontos principais é a melhor opção para um passeio tranquilo e sem longas caminhadas. Além da natureza exuberante, um lugar bem interessante para conhecer é a famosa Baía Lapataia. É lá o final do sistema de Rodovias Pan-americanas, que começa no Alasca, a mais de 17.800 km de distância!

Baía Lapataia parque nacional terra do fogo Baía Lapataia

Baía Lapataia patagônia Parque Nacional Terra do Fogo

Maior e mais diversificada do que muitos imaginam, a Patagônia tem todo potencial para nos surpreender. Geleiras e glaciares são apenas uma faceta desse lugar, que é também o lar dos parques mais lindos do mundo. Enfim, uma viagem para todos aqueles que sentem na natureza a inspiração para uma vida mais leve e plena!

+ Nossa programação para a Patagônia, com saída em outubro

+ O que você precisa saber antes de conhecer a Patagônia

 

Matérias relacionadas

O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE CONHECER A PATAGÔNIA

A Patagônia é uma terra de extremos, um dos locais mais remotos do planeta e onde a natureza pode ser vista de forma pura e intocada. Mesmo que relativamente perto do Brasil, a região não costuma ser o destino mais óbvio na América Latina e ainda desperta grande curiosidade nas pessoas sobre o que de fato esperar em uma viagem para lá.

VIAGENS SONHADAS

De criança, nas férias na fazenda de meu pai, Suely e eu sonhávamos com as viagens que faríamos juntas. E desde lá viajamos muito, com Qamal, com a Donato Viagens, nossos filhos, sobrinhos e tantos amigos, por cantos os mais diferentes no Brasil e no Mundo. Destas experiências familiares e pessoais, tão gostosas e ricas, e das nossas experiências profissionais, sem percebermos foi sendo criado um projeto conjunto: “Europa e Arte”.

ADMIRÁVEL MUNDO SEMPRE NOVO

Um casal, 42 anos de viagens e muitos destinos explorados! Essa é a história de Augusto e Lygia, viajantes sempre com novos rumos e experiências. Desde o início foi assim… primeiro o Brasil como um imenso e diverso território a ser descoberto.

Ver todos os posts

Para participar com seus relatos, fotos ou sugestões de assuntos e viagens, por favor envie um e-mail para [email protected]