CHEGADAS E PARTIDAS – ANTES E DEPOIS DOS BÁLTICOS

22.05.2019 em Viagens e Destinos.
Autor do post: Lila Guimarães, jornalista e colaboradora da Donato.

Viajar é sempre uma experiência incomparável e por isso todo esforço é recompensado com a deliciosa certeza de que o mundo pode ser nosso. Esse mundo tão cheio de outras referências e modos de vida. Para encontrar essa riqueza infinita, vale a pena cruzar fronteiras territoriais e, principalmente, vencer barreiras, sejam elas quais forem. Viajar é viver intensamente, sentir a poesia nos pequenos detalhes, revigorar a alma e trazer de volta para casa histórias, amizades e alegria. Tudo isso faz a gente esquecer até o cansaço dos voos mais longos… e outros desafios que envolvem uma viagem.

Outra forma de fazer tudo ficar mais leve e agradável é escolher cidades acolhedoras para começar e terminar um roteiro. Cidades com infraestrutura e lugares lindos para visitar. Um porto seguro que garanta também momentos de descanso para a disposição não faltar. São essas as razões que levaram a equipe da Donato a escolher Helsinque, a charmosa capital da Finlândia, e Varsóvia, a histórica capital da Polônia, para abrir e encerrar, respectivamente, uma temporada nos países Bálticos.

O roteiro na íntegra pode ser lido clicando aqui. E para quem quiser saber mais sobre os países Bálticos (Estônia, Letônia e Lituânia), também sugerimos a leitura do texto Uma Carta de Amor aos Bálticos, publicado recentemente com um relato emocionante sobre a região.

Chegar em Helsinque, “A Filha do Báltico”, que é considerada uma das melhores cidades do mundo para morar é dar as boas-vindas a dias de paz. Sua alta qualidade de vida é notória e uma recarga de energia e esperança para quem a visita. Lá, tudo flui, as ruas são arborizadas e há muito o que ver, como a Praça do Senado e sua Catedral Luterana, o parque Kaivopuisto, o edifício do Parlamento, a Igreja escavada na rocha Temppeliaukio e outros pontos históricos que se tornaram turísticos. Tem também mercado ao ar livre, com cultura e sabores da região para serem experimentadas no tempo e ao gosto de casa um. Simplesmente, um passeio por perto do hotel já é uma oportunidade de captar a alma encantadora da cidade. Para Helsinque, foram destinadas algumas horas livres justamente para que esta seja uma estadia leve e espontânea.

catedral helsinque viagem em grupo

Catedral de Helsinque, foto Unsplash por Tapio Haaja

Varsóvia, símbolo de resistência, foi reconstruída muitas vezes por conta das guerras pelas quais passou, e tem seu lado doce e acolhedor. Entre o seus cenários mais imponentes está o Palácio Wilanów, considerado a versão polonesa de Versalhes, por isso o apelido de “Pequena Versalhes”. A força da cidade e suas dimensões históricas ganham contornos também em outros cantos, seja na sua parte antiga ou na mais moderna. São lados da cidade que se complementam e convidam a ser visitados. Figuram entre seus pontos mais interessantes: o antigo Gueto de Varsóvia, o Teatro Nacional, a Ópera Nacional, o Jardim Saxão, o Parque Lazienki Royal e seus magníficos jardins. Já na parte moderna da cidade, a Biblioteca da Universidade, a nova Bolsa de Valores e o edifício do Tribunal de Justiça Superior. Tudo isso temperado com algumas horas livres é a receita da Donato para aproveitar com tranquilidade os últimos momentos de uma viagem especial. Dá vontade de ir agora mesmo, não é?

willanow varsovia em grupo

Palácio Wilanów, a “Pequena Versalhes, foto Unsplash por Alexey Topolyanskiy

varsovia viagem em grupo

Varsóvia é pulsante também durante a noite e combina antigo e moderno com classe, foto Unsplash por Kamil Gliwinski

Leia também A Arte de Viver e a Artesania de Viajar para conhecer mais sobre as escolhas da Donato Viagens

 

Quer receber a proposta dessa viagem com todos os detalhes diretamente no seu e-mail?

É só preencher o formulário abaixo!


*foto de abertura Krzysztof Kowalik

Matérias relacionadas

UMA CARTA DE AMOR AOS BÁLTICOS

O relato de uma viagem aos Países Bálticos que é uma declaração de encantamento à região, escrita de lá por Roberta Donato para seus pais, dois viajantes e também apaixonados pelas riquezas do mundo.

COMO VIAJAMOS

Para quem cultiva o hábito de conhecer novos destinos ou revisitar paisagens já conhecidas e guardadas na memória, viajar é sempre uma possibilidade surpreendente! Selecionamos os melhores momentos do grupo que foi ao Sul da Itália em abril de 2017 para mostrar um pouquinho de como é viajar com a Donato.

VIAGENS SONHADAS

De criança, nas férias na fazenda de meu pai, Suely e eu sonhávamos com as viagens que faríamos juntas. E desde lá viajamos muito, com Qamal, com a Donato Viagens, nossos filhos, sobrinhos e tantos amigos, por cantos os mais diferentes no Brasil e no Mundo. Destas experiências familiares e pessoais, tão gostosas e ricas, e das nossas experiências profissionais, sem percebermos foi sendo criado um projeto conjunto: “Europa e Arte”.

Ver todos os posts

Para participar com seus relatos, fotos ou sugestões de assuntos e viagens, por favor envie um e-mail para [email protected]

WhatsApp Chat×
Atendimento WhatsAppx
Preencha os campos abaixo para começar o atendimento