LAGO DI COMO – UM PARAÍSO ITALIANO POR QUEM CONHECE BEM

18.02.2020 em Histórias de Viajantes.
Autor do post: Lila Guimarães, jornalista e colaboradora da Donato.

“Promessi Sposi”, em português, “Os Noivos” é o romance mais famoso do idioma italiano. Escrito por Alessandro Manzoni e publicado pela primeira vez em 1827, o livro tem suas primeiras páginas dedicadas às paisagens inspiradoras do Lago di Como – o terceiro maior lago da Itália que fica na Lombardia, ao norte do país, uma região rica em águas e História. O clássico da literatura tem como primeiro personagem o lago que vamos visitar em outubro deste ano e com uma descrição poética e detalhada sobre ele é possível imaginar suas cores e contornos sempre surpreendentes. Mas, além de imaginar, claro, queremos sentir um pouco da sua atmosfera e entender mais sobre o seu charme. Para isso, batemos um papo com quem conhece bem a região, Helena Montanarini, editora do Jornal A Quadra, empresária e consultora de negócios em moda e estilo.

lago di como 2Lago di Como em foto por Jeff Willemyns, no Unsplash

Lindo e cheio de vida pulsante em suas vilas ao redor nas províncias de Lecco e Como, o Lago di Como, com o tempo, deixou de ser uma paraíso exclusivo das famílias tradicionais italianas ou de milionários e astros do cinema. Hoje, é um dos lugares mais interessantes para conhecer no mundo, especialmente, para quem procura beleza e respiro, contemplação e uma experiência ainda autêntica.

Helena viu toda essa transformação ao longo da vida. Neta de sicilianos, desde a infância ela viaja pela Itália conhecendo as particularidades de cada uma de suas regiões. Pelo Norte do país, onde sua avó cultivava fortes amizades, ela passou muitos anos, atravessou fronteiras, esteve no sul da Suíça e guarda memórias cinematográficas do local. A seguir, um resgate de momentos especiais que ela viveu por lá e também um mergulho na cultura e nas possibilidades da vida contemporânea à beira de um dos lagos mais charmosos do momento.

BLOG DONATO: Qual é a sua relação com o Lago di Como e com a província de Como?

HELENA: Quando era adolescente minha avó me levou para visitar a região. Ela tinha amigos por lá e queria me apresentar a eles. A partir de 1979 passei a frequentar mais por causa de uma grande amiga pertencente a uma família muito tradicional de lá. Durante muitos anos, ia passar as minhas férias com eles numa casa à beira do lago, enorme, cheia de quartos e um deck onde aconteciam encontros inesquecíveis. A cada chegada minha, uma festa era realizada para celebrar. Eles gostavam muito de baile de máscaras e os costumes eram incríveis. Tudo era especial e muito alegre! Nadei, esquiei naquele lago e principalmente naveguei por ele para encontrar outros pontos de vista, suas ilhotas charmosas e os muitos restaurantes de comida típica italiana. Como é medieval, tem um portal na sua entrada com um relógio, tem vida nas montanhas e é toda linda! Também adoro Bellagio, uma comuna muito romântica cheia de galerias de arte e um lugar que inspirou e ainda inspira muitos pintores. Gosto do contraste entre o tradicional e o que há de mais moderno por ali.

BLOG DONATO: Como vê a transformação da região que hoje recebe visitantes do mundo todo?

HELENA: Vi o crescimento dos seus vilarejos que eram lugares muito simples e calmos. Antes, íamos de um canto a outro de bicicleta. Hoje isso não existe mais. Acho que esse movimento de abertura é saudável e tem acontecido de forma criteriosa, porque sinto que a essência da região não foi perdida. Claro que não é mais o mesmo sossego, mas ainda há o charme das pequenas cidades e, por outro lado, elas ganharam uma estrutura muito interessante. Há hotéis de todos os níveis e a hotelaria de luxo lá é impecável. Tem desde o famoso e antiquíssimo hotel Villa d’Este, onde Greta Barbo, Betty Davis, Elizabeth Taylor e outros astros já se hospedaram, ao mais moderno como Il Sereno, assinado pela espanhola Patricia Urquiola, um dos maiores nomes do design e da arquitetura da atualidade.

BLOG DONATO: Como guarda na memória essas paisagens famosas pelas belezas naturais?

HELENA: Como tem dois momentos muito diferentes: o verão e o inverno. Na verdade, a região tem as quatro estações muito marcadas e definidas. Por isso, suas paisagens mudam completamente a cada fase do ano. No outono tudo fica vermelho. No inverno as montanhas em torno do lago ficam brancas. No verão é tudo azul com tonalidades diferentes, pois o céu limpo tem um azul mais claro e o lago fica azul marinho, porque é muito profundo, é um dos mais profundos da Europa. Na primavera as cores são lindas, mas o que mais me chama atenção é o cheiro das flores. Como fica inteira perfumada porque tem muita magnólia, jasmim, dama da noite e gardênia. É maravilhoso!

BLOG DA DONATO: Experiências marcantes pelo Lago e suas vilas que gosta de repetir ou de contar para os amigos?

HELENA: Almoços pelos restaurantes dos hotéis mais emblemáticos da região que acontecem sempre em varandas ou terraços com vistas privilegiadas. Ou comer nas pizzarias e trattorias tradicionais e nos restaurantes de cozinha contemporânea e de alta gastronomia. Visitar o Museu Didático da Seda é interessante para descobrir os processos por trás do tecido que é tão típico da região repleta de amoreiras, árvores que abrigam o bicho-da-seda. As fábricas e lojas de seda, gravatas e lenços também são irresistíveis. Como é o maior polo de produção de seda da Itália. Nunca compro nada por lá, apenas lenços para presentear os amigos, porque são muito bonitos e feitos com uma tecnologia diferente, já que suas máquinas chegam a imprimir de 20 a 30 cores. As marcas italiana mais famosas como Hermès e Salvatore Ferragamo são produzidos lá. Passear por Lugano, no sul da Suíça, do outro lado do lago é encantador também. Outras vilas como Varenna, na província de Lecco, é surpreendente. Lá fica um Jardim Botânico com todas aquelas flores lindas e perfumadas da região. São muitas as vivências marcantes pelo Lago di Como e sempre um lugar para voltar, viver e reviver.

Foto da capa: Ellena McGuinness, no Unsplash

+ SAIBA MAIS SOBRE O NOSSO ROTEIRO PELOS LAGOS DA ITÁLIA

 

Quer receber a proposta dessa viagem diretamente no seu e-mail?

É só preencher o formulário abaixo!


 

Matérias relacionadas

UM RÉVEILLON DE CHARME E SOSSEGO NUM PARAÍSO LOGO ALI, EM CARMELO

Um lugar ideal para renovar as energias no fim do ano! Carmelo vive o equilíbrio perfeito entre o rústico e o chique. Pequenos refúgios de luxo e de bom gosto estão ali para aqueles que querem desacelerar e ainda mergulhar na sua cultura de forma delicada.

ENCANTE-SE COM OS LAGOS DO NORTE DA ITÁLIA

Nesse vídeo, veja os belíssimos lagos italianos e suas cidades acolhedoras.

COMO VIAJAMOS

Para quem cultiva o hábito de conhecer novos destinos ou revisitar paisagens já conhecidas e guardadas na memória, viajar é sempre uma possibilidade surpreendente! Selecionamos os melhores momentos do grupo que foi ao Sul da Itália em abril de 2017 para mostrar um pouquinho de como é viajar com a Donato.

Ver todos os posts

Para participar com seus relatos, fotos ou sugestões de assuntos e viagens, por favor envie um e-mail para [email protected]

WhatsApp Chat×
Atendimento WhatsAppx
Horário de atendimento:
De segunda a sexta-feira das 9h às 18h