LIVROS SOBRE FELICIDADE: 12 LEITURAS PARA UMA VIDA MAIS PLENA

22.04.2020 em Novidades e Inspirações.
Autor do post: Priscila Esteves, publicitária e colaboradora da Donato.

Inspirações para quem busca uma existência mais leve e positiva, os livros sobre felicidade são daquelas leituras sempre válidas. Ainda que você se considere uma pessoa alegre por natureza, há momentos em que palavras encorajadoras se fazem necessárias — e está tudo bem! Quando isso acontecer, o conforto do sofá, um chá quentinho e um livro na mão proporcionam aquela dose de energia para um dia mais cheio de cor e disposição.

Selecionamos 12 leituras que têm como tema a felicidade para você escolher o seu preferido!

A fórmula da felicidade

Cansado de se sentir descontente, apesar de ter sucesso profissional, o alto executivo Mo Gawdat desenvolveu literalmente um algoritmo para a felicidade. Engenheiro que é, baseou-se no entendimento de como o cérebro processa a alegria e a tristeza para escrever seu livro, que traz dicas simples e concretas de como encontrar a felicidade e nunca mais perdê-la.

Ser feliz é tudo que se quer

Publicado em 2019, o recente livro do brasileiro Juremir Machado da Silva fala sobre a felicidade em todos os seus sentidos. É um estado de espírito, algo que não podemos tocar, mas que admite diversas formas — pode ser lida, vivida, admirada, ouvida. Com uma visão ampla e filosófica, ele explora esse sentimento com base em grandes pensadores, como Sócrates e Platão.

Felicidade incurável

Em seu novo livro de crônicas, Fabrício Carpinejar propõe a felicidade mais pura e verdadeira. É o sentimento de alegria que supera medos, traumas e fobias e se mantém forte mesmo que o pessimismo dos outros esteja ao redor. Conhecido por sua escrita apaixonada, o brasileiro fala sobre uma mentalidade amorosa entre amigos, familiares e, sobretudo, consigo mesmo: seja feliz por uma questão de justiça pessoal.

A graça da coisa

É verdade que o mundo está virado aos avessos, no entanto, passar pela vida à toa é um desperdício imperdoável, segundo Martha Medeiros. A autora incentiva um cotidiano mais saudável com uma ideia simples: desapegar-se daquilo que é desnecessário, nos faz mal e nos atrasa. É preciso se reinventar e saber rir de si mesmo, pois só assim conseguiremos transformar ansiedade em sabedoria e enxergar “a graça da coisa”.

Felicidade: modos de usar

Três pensadores contemporâneos — Mário Sérgio Cortella, Leandro Karnal e Luiz Felipe Pondé — debatem um assunto de interesse universal: como alcançar a felicidade. Refletem sobre os caminhos para atingi-la, citam outros filósofos e dão exemplos pessoais para que o leitor entenda que ser feliz é, sim, uma possibilidade para todos.

Índice médio de felicidade

O romance conta a história de Daniel, um homem comum que viu desmoronar sua vida pessoal e profissional de todas as formas possíveis. Uma ficção que poderia facilmente ser real, o livro é dramático e ao mesmo tempo hilariante, mostrando como o personagem segue otimista e luta a todo custo pela felicidade daqueles que ama.

Propósito – a coragem de ser quem somos

“Por que existimos?” e “Qual a nossa missão durante esta vida?” são questões que inquietam a humanidade há milênios. Em seu livro, o mestre espiritual brasileiro Sri Prem trabalha os anseios mais íntimos do ser humano com o ideal de que o amor nos ajudará a discernir nosso papel no mundo. Afinal, para o líder humanitário “não somos uma gota d’água no oceano, o amor nos faz ser o próprio oceano”.

A arte da felicidade

Conversas profundas entre o psiquiatra norte-americano Howard C. Cutler e Dalai Lama provam que a filosofia budista milenar traz ensinamentos atemporais. Se a busca pela felicidade é considerada senso comum, a obra mostra como dar passos reais em direção a esse objetivo. Aliás, uma existência plena é composta por diversos fatores descritos no livro, como derrotar a ansiedade, o desânimo e a insegurança.

O livro do hygge. O segredo dinamarquês para ser feliz.

Escrita por Meik Wiking, presidente do Happiness Research Institute, a obra apresenta o hygge — um conceito nórdico de conforto e bem-estar responsável por tornar a Dinamarca um dos países mais felizes do mundo. A fim de levar esse estilo de vida positivo a mais pessoas, ele conduz estudos sobre a felicidade em seu instituto e apresenta seus resultados, entre outras formas, através dessa leitura inspiradora.

Felicidade crônica

Outro sucesso de Martha Medeiros lembra como a felicidade pode aparecer em nossas vidas de uma forma sutil, por isso, é preciso ter um olhar treinado para enxergá-la. Nesse livro, estão reunidos 20 anos de trabalhos da cronista em textos que inspiram dias mais felizes, como “Amor próprio”, “Curtir a vida” e “Viagens e andanças”.

O livro da alegria

Dois grandes mestres espirituais, ambos com passados tumultuosos e detentores do Prêmio Nobel da Paz, contam como encontrar alegria em um mundo de constante sofrimento. De um encontro entre Dalai Lama e o Arcebispo Desmond Tutu nasceu essa obra, um compilado de suas reflexões e exercícios práticos que certamente ajudarão o leitor a alcançar uma felicidade duradoura.

100 mandamentos para a felicidade

Marta Mertens escreve pensando naqueles que querem viver bem consigo mesmo e com os outros, independente das adversidades. Nesse guia, a autora ensina a termos vivências mais tranquilas, altruístas e emocionalmente estáveis. Também ressalta a importância das emoções, sejam elas boas ou ruins, suaves ou violentas, porque cada uma delas serve para alcançar um propósito maior: a felicidade.

 

Outras leituras sobre o tema:

Meu Tempo no Mundo — a felicidade no simples

Por que viajar traz tanta felicidade?

Meu Tempo no Mundo — felicidade e novas motivações

Para alcançar o equilíbrio de corpo e alma

Meu Tempo no Mundo — tudo que nos faz felizes

 

Playlist no Spotify:

Felicidade é só questão de ser

Matérias relacionadas

MOMENTOS PRAZEROSOS DETERMINAM VIDA MAIS LONGA

Depois de descobrir que a longevidade está relacionada aos momentos de satisfação e felicidade experimentadas ao longo do tempo, pesquisadores da University College, de Londres, entre outras instituições, mergulharam mais na questão.

POR QUE VIAJAR TRAZ TANTA FELICIDADE?

Se você é um viajante, sabe bem do que estamos falando. Conhecer lugares novos desperta em nós uma felicidade repentina que muitas vezes se inicia no momento em que escolhemos o destino da próxima aventura.

TER UM OBJETIVO É IMPORTANTE EM TODAS AS FASES DA VIDA

Sentir que você tem um senso de propósito na vida pode ajudá-lo a viver mais, não importa a idade, de acordo com uma pesquisa publicada na Psychological Science, revista da Association for Psychological Science.

Ver todos os posts

Para participar com seus relatos, fotos ou sugestões de assuntos e viagens, por favor envie um e-mail para [email protected]