5 DICAS DE PRATOS GREGOS HARMONIZADOS COM VINHOS

06.06.2018 em Novidades e Inspirações.
Autor do post: Escrito por: Priscila Esteves, publicitária e colaboradora da Donato.

O povo grego sempre viu sua cultura como motivo de grande orgulho, principalmente pela influência que teve na formação do mundo ocidental. Filosofia, política, arquitetura e arte são algumas das áreas que devem muito à antiga Grécia. Mas ainda temos muito a aprender com eles! Hoje trazemos uma forma de incorporar as tradições gregas em nosso dia a dia com uma paixão que ultrapassa fronteiras: a culinária.

O ato de cozinhar é como um ritual para os gregos, assim como o de se reunir para as refeições ou petiscos – e quanto mais gente, melhor. Momentos assim mostram como o convívio é valorizado no país, já que esses encontros são feitos sem nenhuma pressa e podem levar horas de boas conversas. Com uma gastronomia variada e que valoriza os ingredientes locais, as combinações à mesa são sempre frescas e de alta qualidade.

Dentre os pratos mais amados no país, separamos 5 opções deliciosas. São receitas simples e que incentivam a imaginação, podendo ser adaptadas para os ingredientes que temos em casa! Como um bom prato grego nunca é servido sem uma bebida para acompanhar, consultamos o sommelier Ademar Pedrosa*, que nos deu dicas de harmonização de vinhos do mundo todo para cada uma das receitas.

Moussaka 
Um dos pratos mais tradicionais e caseiros na Grécia, a moussaka é um tipo de lasanha bem cremosa. Essa versão é feita com carne de cordeiro picada, refogada com bastante tempero e especiarias – como cravo, canela e pimenta – azeite e molho de tomate. A carne é intercalada com camadas de berinjela e de batata fatiadas, que fazem a vez da massa. Por cima, molho branco e depois vai ao forno para dourar. A receita pode ser adaptada com abobrinha, ao invés da berinjela. Se não tiver carne de cordeiro, a carne moída é uma opção mais acessível e que funciona muito bem.

Moussaka grega pratos gregos

Harmonização: Vinhos tintos feitos com a uva Tempranillo são indicados, como os espanhóis Heras Cordon Vendimia Seleccionada e o Casajús Vendimia Seleccionada. Possuem uma boa acidez e são encorpados, sem ser pesados, além de um sabor delicioso de frutas vermelhas.

Dolmades
Os clássicos rolinhos com folha de uva permitem uma infinidade de combinações. Os sabores desse aperitivo podem variar dependendo da ilha ou região da Grécia, assim como cada família pode ter sua receita com um toque único. O recheio costuma ser de carne picada misturada com arroz branco, mas pode ser substituído pelo integral para aumentar o teor de nutrientes. Para os vegetarianos, a receita também fica deliciosa sem carne e pode ser servida fria. Nos dois casos, iogurte acompanha. Quer adaptar a folha de uva? Repolho e acelga são algumas opções.

Dolmades gregos pratos gregos

Harmonização: A uva Chardonnay faz vinhos brancos de alta qualidade e dos mais variados estilos, dependendo do solo e clima. Para este prato, os vinhos franceses Bouchard Bourgogne Chardonnay La Vignée e William Fevre Chablis trazem notas cítricas e aromas frutados.

Salada grega
Fazer uma salada grega não tem segredo! Basta juntar tomate, pepino, pimentão, cebola roxa, orégano, azeitona preta e não esquecer o toque especial do país: queijo feta. Esse queijo coalhado é feito com leite de ovelha e de cabra que garantem a sua maciez. Azeite também não pode faltar na salada – aliás, em todos os pratos, já que os gregos são os maiores consumidores de azeite do mundo! É claro que podemos adaptar a quantidade de azeitonas e azeite da receita original para torná-la mais saudável.

salada grega pratos gregos

Harmonização: Vinhos secos e refrescantes que possuem como principais características seus aromas minerais, vegetais e toques frutados. Destaque para aqueles feitos com a uva Sauvignon Blanc, como o francês Henri Bourgeois Petit Bourgeois Sauvignon e o neozelandês Saint Clair Vicar’s Choice Chardonnay.

Massa com frutos do mar
A alimentação mediterrânea tem como base peixes e frutos do mar. Na Grécia, país composto por centenas de ilhas, não poderia ser diferente! Os frutos do mar são parte generosa das receitas, entre elas, as massas. Para trazer frescor ao prato, a erva doce é uma ótima aliada, também acrescente alho e azeite para um sabor tipicamente grego. Na escolha dos frutos do mar, lagosta e lula são indicados, mas siga o seu gosto! Uma receita saudável e rápida que leva em torno de 10 minutos.

massa com frutos do mar pratos gregos

Harmonização: Quando temperados com ervas, os frutos do mar pedem um Sauvignon Blanc, por exemplo o francês Henri Bourgeois Sancerre Les Baronnes. Quando preparados com molho, o ideal é um Chardonnay como o argentino Escorihuela Pequeñas Producciones Chardonnay.

Baklava
Bastante popular no país, a baklava é um tipo de pastel doce. O recheio é feito com pasta de nozes trituradas, envolvidas em massa filo (bem fininha), mas se não encontrá-la, a massa folhada também pode ser usada. O doce é banhado em uma calda de mel com canela, e a pasta de nozes pode ser incrementada com uma variedade de grãos, como pistache, avelãs e gergelim.

Baklava pratos gregos

Harmonização: Os escolhidos são os vinhos de colheita tardia (late harvest), geralmente mais adocicados. Entre eles, o chileno Morande Edición Golden Harvest, que é um vinho branco de sobremesa produzido em pequenas quantidades.

*Ademar Pedrosa é sommelier da Grand Cru Moema, loja de Vinhos e Bistrô. Com mais de 15 anos de história, a Grand Cru é conhecida pelo portfólio de altíssima qualidade e dá atenção especial à seleção dos vinhos: todos os rótulos passam pelo aval da exigente equipe de sommeliers.

 

Matérias relacionadas

5 DICAS EM SÃO PAULO PARA QUEM AMA VINHOS

Viagens enogastronômicas são grandes oportunidades de encontrar sabores excepcionais pelo mundo e conhecer as particularidades de cada região. Na história da Donato, já conhecemos alguns dos vinhos mais especiais em roteiros pela Itália e a França.

A ANTIGA GRÉCIA SOB UM NOVO OLHAR

Roteiro dos mais tradicionais para os amantes da História da Humanidade e com uma localização privilegiada no sul do continente europeu, a Grécia é também um território de muita beleza natural e de novidades como restaurantes badalados e hotéis charmosos. É pra lá que partimos em setembro, numa viagem que privilegia lugares icônicos como a capital Atenas e as ilhas Mikonos e Santorini.

PARA COMEÇAR O ANO COM O PÉ DIREITO E MUITA ENERGIA

Agora que o ano oficialmente começou e já retomamos as atividades normais, compromissos e tarefas, por que não colocar em prática também nossas metas de saúde para 2018? Se seu objetivo para este ano é ter ainda mais energia e cultivar o bem-estar, hoje compartilhamos algumas dicas de alimentação preciosas!

Ver todos os posts

Para participar com seus relatos, fotos ou sugestões de assuntos e viagens, por favor envie um e-mail para [email protected]