PAISAGENS GASTRONÔMICAS — DA TERRA AO PRATO: UM CULTIVO ARTESANAL

30.04.2020 em Novidades e Inspirações.
Autor do post: Priscila Esteves, publicitária e colaboradora da Donato.

Em momentos reflexivos como o que estamos vivendo, o livro Paisagens Gastronômicas, lançado em 2019 pela editora independente Same Same, reforça a importância de olharmos com atenção para nossos hábitos de consumo. Especialmente, aqueles relacionados aos alimentos que colocamos na mesa e que contribuem para uma vida mais saudável e longeva. A leitura traz questionamentos cada vez mais pertinentes, por exemplo, “De onde vem nossa comida?” e “Quem são as pessoas responsáveis e quais os processos utilizados para garantir sua qualidade?”

Como resultado de uma intensa pesquisa de campo, que envolveu 35 pequenos produtores do Estado de São Paulo e 5000 km percorridos ao longo de 3 meses, nasceu o projeto Paisagens Gastronômicas. São 200 páginas ricas em informações sobre o alimento como expressão de identidade e cultura no solo paulista. Tudo isso com edição dos jornalistas Daniel Nunes Gonçalves e Xavier Bartaburu, curadoria atenta de Fernanda Cunha e fotografias belíssimas de Adriano Fagundes.

Paisagens gastronômicas estrada
Paisagens gastronômicas equipe Equipe na estrada

Uma jornada pela história do produtor rural paulista

Capital gastronômica do país, São Paulo é origem de boa parte dos alimentos distribuídos pelo Brasil. Por isso, a importância de conhecermos a fundo esse ecossistema que envolve a cadeia alimentar de milhões de pessoas. Valorizar os produtores locais nos permite compreender a história contida em seus preparos artesanais, muitas vezes orgânicos, e suas raízes diversas. Assim como alguns sabores despertam memórias que vivemos pelo mundo, os alimentos e bebidas produzidos em solo paulista também expressam influências das muitas nações que para cá imigraram.

livro paisagens gastronômicas Chá tradicional japonês plantado no Sítio Shimada, na cidade de Registro

O fruto desse encontro de culturas é uma produção incrivelmente vasta, agora estudada pelo projeto. Do campo ao litoral, passando por hortas urbanas, a equipe mapeou bons produtores —  aqueles que respeitam o solo e, sobretudo, prezam por um modo mais consciente de gerar comida e bebida. Contrapondo a lógica massiva da agroindústria, eles proporcionam produtos de qualidade sem agrotóxicos, sejam a partir de práticas tradicionais ou técnicas mais inovadoras. Em todos os casos, guiadas pela sustentabilidade e pelo dever de manter a floresta em pé sem desmatar grandes áreas.

livro paisagens gastronômicas Fazenda Sta. Julieta Bio em Santa Cruz da Conceição

livro paisagens gastronômicas Pescaria artesanal em Paúba, praia em São Sebastião

livro paisagens gastronômicas Horta urbana no Shopping Eldorado, na capital

Paisagens Gastronômicas revela os nomes e rostos por trás dos alimentos que colocamos em nossa mesa e que chegam também a restaurantes entre os mais badalados de São Paulo, como os dos chefs Alex Atala e Paola Carosella. Com simpatia e prestatividade, esses produtores abriram as portas de suas propriedades e se mostraram pessoas apaixonadas pelo campo e pelo trato com a terra. Certamente, a qualidade e o cuidado investidos nesses ingredientes são percebidos nos pratos dos grandes chefs.

livro paisagens gastronômicas Prato do Chef Gabriel Vidolin

Um legado para a sociedade

Ter um olhar atento ao alimento é uma tendência que podemos observar na mídia, mas também uma responsabilidade individual de todos nós como cidadãos. Afinal, a forma que escolhemos para nos nutrir impacta diretamente na produção alimentícia e no solo que deixaremos para as próximas gerações. Mais do que nunca, os tempos pedem conscientização e valorização dos pequenos produtores, pessoas que têm um compromisso real com o meio ambiente — e não apenas com os lucros gerados a partir dele.

Para manter o projeto vivo

O projeto Paisagens Gastronômicas evidencia a origem dos alimentos que consumimos. Além disso, tem como missão encurtar as distâncias entre o consumidor e o produtor. Ao indicar pequenas iniciativas do Estado de São Paulo, promove encontros entre aqueles que buscam viver essas experiências in loco e provar, direto da fonte, o produto final de um trabalho cuidadoso. Dessa forma, podem revisitar ambientes comuns aos antepassados e despertar a memória afetiva, como sentir o cheiro de fogão à lenha e o delicioso café que acaba de ser torrado.

livro paisagens gastronômicas Fazenda Ambiental Fortaleza, produtora de café em Mococa

Na Donato, abraçamos o Paisagens Gastronômicas para trazer aos nossos leitores o conhecimento dessa iniciativa admirável. Enquanto aguardamos o momento oportuno para retomarmos nossas jornadas pelo Brasil e pelo mundo, podemos começar a aventura pela cozinha. Quem, assim como nós, é apaixonado pela culinária irá encontrar inspiração nesse projeto. Vamos viajar juntos pelas trajetórias emocionantes de produtores de café, frutas nativas, variados tipos de queijo, vinhos de primeira linha e outros sabores paulistas, em uma série de matérias aqui no blog e nas nossas redes sociais.

Tão importante quanto o prazer de comer e beber bem, a nutrição consciente é um dos pilares para uma existência mais plena e feliz. Por isso, vamos abordar o tema também pelo viés da saúde e do bem-estar que o consumo desses alimentos proporciona em todas as fases da vida. Sem nos esquecermos dos impactos dessas escolhas para um mundo mais sustentável a todos. Ou seja, apenas bons motivos para acompanhar as próximas histórias!

Fotografia: Adriano Fagundes / Paisagens Gastronômicas

 

Acompanhe nossas novidades pelas redes sociais:

Curta a página da Donato no Facebook.

Siga a Donato no Instagram.

 

Aos interessados em conhecer a fundo esse projeto:

É possível adquirir o livro Paisagens Gastronômicas com desconto especial para os nossos leitores.

Para aplicar o desconto siga os seguintes passos:

Clique aqui para acessar o site Paisagens Gastronômicas, já no site deles clique em “loja”, em seguida na imagem do livro e clique em “adicionar ao carrinho”.  No espaço “inserir código promocional” digite a palavra Donato

 

Matérias relacionadas

PAISAGENS GASTRONÔMICAS — OS AZEITES DE BIA: COLHIDOS À MÃO, NA ENCOSTA DA SERRA

Em Santo Antônio do Pinhal, a Fazenda do Campo Alto produz os azeites Sabiá, dotados de surpreendente acidez. Idealizada pelo casal de publicitários Bia Pereira e Bob Vieira da Costa, a produção é pequena, mas nem por isso inexpressiva. Tamanha qualidade os levou a figurar entre os produtores selecionados no livro Paisagens Gastronômicas, com histórias saborosas que a Donato Viagens têm compartilhado por aqui.

PAISAGENS GASTRONÔMICAS — RAFA BOCAINA E SUAS DELÍCIAS FEITAS DE PORCO CAIPIRA

Curados, embutidos e defumados de porco produzidos artesanalmente por um respeitado chef de cozinha que virou pequeno produtor: as maravilhas que Rafael Cardoso tem produzido na sua Venda & Cozinha Curiango, na Serra da Bocaina, surpreendem quem tem a sorte de experimentá-las. Rafael, que assumiu o “sobrenome” Bocaina, é mais um destaque no livro Paisagens Gastronômicas, cujas histórias a Donato Viagens tem compartilhado.

PAISAGENS GASTRONÔMICAS — PAULA, A PRODUTORA DE QUEIJOS QUE DÁ NOME ÀS VACAS

Paula Vergueiro sabe de cor o nome das 83 vacas das quais tira o leite para os queijos deliciosos que produz na premiada Leiteria Santa Paula, de São José do Rio Pardo. Ela é uma das pequenas produtoras de alimento de alta qualidade estreladas no livro Paisagens Gastronômicas – São Paulo, recém-lançado pela Editora Same Same e cujas histórias a Donato Viagens se orgulha de compartilhar.

Ver todos os posts

Para participar com seus relatos, fotos ou sugestões de assuntos e viagens, por favor envie um e-mail para [email protected]