LIVRES PARA CAMINHAR: DICAS PARA MANTER OS PÉS SEM DOR

19.10.2019 em Novidades e Inspirações.
Autor do post: Lila Guimarães, jornalista e colaboradora da Donato.

Quem viaja sabe que faz parte uma caminhada ou outra para conhecer os lugares mais charmosos e autênticos de um destino. Mesmo em roteiros sem muitas aventuras pela natureza existe um momento em que é crucial andar a pé. Os grandes centros urbanos são cheios de avenidas famosas irresistíveis e de ruelas escondidas que são como um labirinto para se perder e encontrar as lojas, ateliês, restaurantes e galerias de arte mais especiais.

Foto: Alexander Hermansen no Unsplash

As viagens contemplativas ou aquelas que envolvem peregrinações por rotas sagradas já pedem um pouco mais de fôlego. Seja como for, pelo caminho, a vida acontece e é possível sentir de perto a cultura de um povo, seu modo de vestir, de falar e de se ser verdadeiramente. Caminhar é um prazer para quem gosta de descobrir novos cenários, uma atividade saudável e que movimenta a alma.

Pensando nisso, entrevistamos o Dr. Thiago Bittencourt*, ortopedista especializado em pé, que nos contou algumas dicas de como resolver problemas com os pés durante as viagens e como podemos prevenir dores de forma simples, em casa ou em qualquer lugar do mundo. Cuidados para garantir uma viagem plenamente aproveitada!

Foto: Ryoji Iwata no Unsplash

BLOG DONATO: Existe alguma forma das pessoas se prepararem para uma viagem com caminhadas? Algo que pode ser feito até mesmo em casa?

DR. THIAGO: Sim, mesmo em casa é possível fazer um alongamento, principalmente de panturrilha. O tendão de Aquiles é a região que a gente mais usa nas caminhadas, portanto é a mais sobrecarregada. Um alongamento simples é aquele que ficamos só com as pontas dos pés num degrau com os calcanhares para fora. Vamos abaixando o corpo aos poucos, levando o calcanhar em direção ao degrau ou o piso de baixo. Isso se a pessoa não tiver nenhuma lesão de tendão, uma tendinite, é muito bom! E para viagens com caminhadas mais extenuantes, é importante que a pessoa tenha um bom condicionamento físico, que ela esteja mais dentro do peso, com um bom alongamento e uma musuclatura mais fortalecida. Outro alongamento simples é sentar na cama reto com os pés para frente e o joelho esticado, colocando força na parte da frente da perna para que os pés levantem, apontando o dedo do pé para a cabeça. Isso vai esticar toda a cadeia posterior, um grupamento de estruturas que são muito importantes para a caminhada e que são fáscia plantar, o tendão de Aquiles, os posteriores da coxa, os glúteos e a musculatura lombar. O ideal é segurar a posição com as pernas esticadas por dez segundos, soltar, respirar e repetir mais cinco vezes.

BLOG DONATO: Algum tipo de sapato deve ser evitado durante uma viagem?

DR. THIAGO: Essa questão é mais complexa que isso, porque existem vários tipos de pé e cada pessoa consegue se adequar a um tipo de sapato diferente. Existem pessoas que têm pés flexíveis que já têm um amortecimento bom, por isso conseguem usar qualquer calçado ou mesmo andar descalço. Outras têm pés que não suportam tanto o impacto no chão, geralmente pessoas com o pé cavo têm mais dificuldade com isso. Para essas pessoas, de maneira geral, o ideal é usar calçados com solado maior, mais groso e firme que amorteça as pisadas.

BLOG DONATO: Qual seria o tênis ou o sapato ideal para levar na mala?

DR. THIAGO: Depende do tipo da caminhada. Em terrenos planos e regulares, como as calçadas, é bom se preocupar com amortecimento do calcanhar e com a frieza do solado. Quem gosta de usar tênis pode procurar os modelos de corrida e de basquete. Para caminhadas em terrenos irregulares ou trekkings é importante dar estabilidade ao tornozelo, por isso os calçados com cano mais alto dão uma estabilidade ao movimento e evitam as torções.

BLOG DONATO: Existiria um “kit primeiros socorros para os pés” pra levar na mala?

DR. THIAGO: É legal ter uma garrafa de 600 ml com água quente ou fria. Coloque no chão e vá rodando com o cavo do pé para um efeito de relaxamento. Para evitar o atrito da pele dos pés com o sapato é bom ter pares de meias sobressalentes e levar esparadrapos de silicone, conhecidos como transpore. Um dos problema mais recorrentes com as caminhadas são alterações dermatológicas que podem ser causadas por meias molhadas ou pelo atrito com o sapato apertado. É importante manter os pés secos também e as unhas bem cortadas. Outro acessórios bom para levar em viagens é o elástico de fisioterapia, uma faixa, ou até mesmo um cinto para ajudar no alongamento antes e depois da caminhada. Pomadas anti-inflamatórias e remédios devem ser receitados previamente por um médico especialista. O ideal para quem te pré-disposição para desenvolver dores nos pés é já saber o que pode tomar e já levar na mala o medicamento recomendado. Importante ressaltar que a medicação mascara a causa da dor e por isso é bom ter cuidado para não piorar a lesão com o tempo, mas em caso de emergência e de desconforto o analgésico é ideal. Ou seja, assim que voltar de viagem procure um ortopedista.

BLOG DONATO: Compressa fria ou quente? Qual escolher em caso de dor repentina?

DR. THIAGO: As duas compressas têm o mesmo poder de analgesia e vão tirar a dor, mas agem de maneira diferente no corpo. A quente ativa a circulação por causa do calor. Os vasos capilares ficam mais dilatados e mais sangue vai nutrir os tecidos ajudando no processo cicatricial. Já a fria faz o contrário disso, vai fechar os capilares e fazer chegar menos sangue na lesão, vai diminuir o metabolismo dos nervos que passam a não conduzir a corrente e por isso anestesia a dor. Ela ajuda em casos de fratura, torções e pancadas e o principal diminui o inchaço. Depois de alguns dias usando compressa fria, o ideal é trocar para a água quente para tratar e cicatrizar a lesão.

BLOG DONATO: Quais as dicas para que as pessoas tenham uma atitude mais preventiva com a saúde dos pés?

DR. THIAGO: É importante saber seu tipo de pisada. Existem tênis e sapatos próprios para cada tipo de pé. Por isso indico exames, o físico e a barodomedria. Manter a saúde e a higiene dos pés em dia, e procurar orientação com médicos especialistas sempre que for necessário.

pés sem dorFoto: Jorge Gil no Unsplash

*Dr. Thiago Bittencourt é médico ortopedista formado pela Faculdade de Medicina da USP, especializado em pé e tornozelo pelo Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Escreve sobre Ortopedia e saúde dos pés em seu site www.cirurgiadepe.com.br/blog e atende na Ójen Clínica Médica, em São Paulo.

DICAS DAS MELHORES ATIVIDADES FÍSICAS PARA A MATURIDADE!

UM GUIA COMPLETO DE COMO ARRUMAR A MALA PERFEITA!

Matérias relacionadas

BOAS DICAS PARA VOCÊ VIAJAR SEM SAIR DE CASA

Nossa equipe buscou diversas fontes de conhecimento, inclusive experiências de outros viajantes, para criar um conteúdo rico e interativo. Nessa matéria você irá encontrar um compilado de livros digitais, quizzes e playlists que criamos especialmente para inspirá-los nessa jornada de descobertas!

COMO APROVEITAR OS DIAS LIVRES

Viajar em grupo é maravilhoso e estar entre amigos faz tudo ficar mais dinâmico. As conversas entre uma cidade e outra no ônibus ou mesmo num bom restaurante trazem outros olhares e a inigualável sensação de compartilhar o que há de mais interessante!

DICAS PARA EXPERIMENTAR DELICIOSOS VINHOS SUL-AMERICANOS

Uma lista de vinhos sul-americanos para experimentar o potencial da região e um papo sobre a bebida que amamos com a sommelière e viajante Eliane Mascarenhas.

Ver todos os posts

Para participar com seus relatos, fotos ou sugestões de assuntos e viagens, por favor envie um e-mail para [email protected]